Gabriel Carneiro
10/04/2016
20:17
São Paulo (SP)

Corinthians se classificou para as quartas de final do Paulistão com quatro rodadas de antecedência, garantiu a liderança do Grupo D faltando três rodadas para o fim da primeira fase, se fixou na ponta da classificação geral restando duas e neste domingo jogou sem mais nada a ambicionar, pois sabe que seu adversário no primeiro confronto eliminatório será o Red Bull, na Arena Corinthians onde venceu todos os compromissos do ano.

Além da surpreendente liderança geral da primeira fase do Paulistão três meses após uma debandada que tirou seis titulares da equipe, o Timão também faz bom papel na Libertadores, e agora a reconstrução promovida por Tite começará a ser colocada em prova com a chegada das fases eliminatórias – em 2015, o Timão não resistiu em nenhuma das duas competições.

TIMÃO EM NÚMEROS
35 pontos
11 vitórias
2 empates
2 derrotas
Artilheiro: Romero, com cinco gols feitos


Para abrir as asas, voar de vez no ano e mostrar que chegou para brigar, o Corinthians terá pela frente um rival difícil, competitivo. O Red Bull Brasil, classificado com 13 pontos a menos que o Timão, mas sem dar brechas a Água Santa, Mogi Mirim e Rio Claro no Grupo D, é o time do artilheiro do Paulistão, Roger, com 11 gols. O camisa 9 da equipe de Campinas foi responsável por praticamente metade dos gols marcados pelo Red Bull, que anotou 24 ao longo do Campeonato Paulista, dois a menos que o Corinthians. A diferença entre os melhores times do Grupo D talvez seja explicada por outro fator: o Red Bull sofreu 22 gols, o Timão, 8.

A fortaleza defensiva do Corinthians é um dos pontos que dá mais confiança à Fiel nesta briga por uma vaga nas semifinais. Tite, como bom armador de equipes que é, fez o Corinthians ser uma equipe consciente do processo de reconstrução, e a tendência é que alguns jogadores comecem a pegar mais ritmo e confiança, como Guilherme, André, Lucca...

O bom retrospecto não significa muito agora. Mas o Timão cresce.

Campeonato Paulista - Red Bull Brasil x Santos
Red Bull foi o único a vencer o Santos (Foto: Ari Ferreira/Lancepress!)


O duelo entre Corinthians e Red Bull será o encontro dos treinadores há mais tempo em seus cargos no Paulistão. Enquanto Tite voltou ao Timão no início de 2015 para sua terceira passagem, Mauricio Barbieri está na equipe de Campinas desde novembro de 2013.

Barbieri conquistou o acesso para a Série A1, em 2014, e a vaga para a Série D, e é o profissional com mais jogos na história do clube paulista.

Contra o Corinthians, o treinador de 34 anos poderá contar com a volta do volante Nando Carandina, que cumpriu suspensão na derrota por 3 a 1 para o Ituano, ontem. Sem perder o pendurado Diego Sacoman, ex-Corinthians, Barbieri terá todo o elenco à disposição para as quartas de final do Estadual-2016.

CAMPANHAS

CORINTHIANS
: 11 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, com 26 gols marcados e oito sofridos. Aproveitamento de 77,8% dos pontos e saldo positivo de 18 gols. O artilheiro do clube no Paulistão é Ángel Romero, com cinco gols. Entre os titulares, Lucca soma três até o momento.

RED BULL: 7 vitórias, 1 empate e 7 derrotas, com 24 gols marcados e 22 sofridos. Aproveitamento de 48,9% dos pontos e saldo positivo de dois gols. O artilheiro do clube no Paulistão é Roger, com 11 gols, goleador máximo também do Estadual.