Gabriel Carneiro
16/10/2017
18:38
Guarulhos (SP)

O Corinthians foi derrotado por 2 a 0 pelo Bahia no último domingo e amargou o quarto resultado negativo em apenas nove partidas já decorridas do segundo turno do Campeonato Brasileiro. Apesar da vantagem na liderança da competição ainda ser ampla, o time do técnico Fábio Carille vem dando mostras de oscilação nos resultados e no desempenho técnico nos últimos dois meses. O goleiro Cássio, que protagonizou um lance polêmico na Fonte Nova, não concorda com a expressão "queda de rendimento" para o Timão.

- Por mais que a gente de repente tenha oscilado um pouco nos jogos não é queda de rendimento, são detalhes que erramos e não vínhamos errando na sequência de jogos. Mas não podemos esquecer que somos líderes, conseguimos manter desde a partida contra o Santos uma boa vantagem sobre o segundo colocado. Então é continuar trabalhando forte, se manter entre os primeiros e conseguir o título - disse o goleiro corintiano, que ainda completou, sobre o aproveitamento atual ser metade do primeiro turno.

- Nós nos preocupamos com nossos jogos, em ganhar, e depois olhamos os resultados dos outros, que vinham sendo ruins. O primeiro turno foi acima do normal, o melhor dos pontos corridos, então acabamos tendo uma queda. Não entra questão de desempenho porque sempre fomos um time de muita luta, entrega, isso não falta. São detalhes que não errávamos e agora estão custando gols e sair correndo atrás de resultado. No primeiro turno não aconteceu isso. Vamos melhorar nesses detalhes para voltar a ter uma sequência de vitórias para nos consolidar como o primeiro.

Contra o Bahia, o momento de dificuldade do Corinthians no Campeonato Brasileiro foi evidenciado já nos acréscimos, quando a equipe teve uma bola parada ofensiva e o goleiro Cássio se mandou para a área. A equipe não conseguiu aproveitar o rebote e ainda errou um passe decisivo que gerou contra-ataque e o segundo gol do Bahia na Fonte Nova. Cássio foi questionado sobre o lance nesta segunda-feira e, apesar de dizer que vê como normal, acha que será difícil repetir na sequência de jogos até o fim do Brasileirão.

- É ruim, né? Mas não passei por cima de nenhuma barreira, fui para a área porque o Carille me autorizou e naquele momento faltava um minuto. Em outros momentos acabei não indo também. Mas o intuito é de ajudar e infelizmente acabamos tomando o gol lá. Se tivesse mais tempo eu não faria isso. Não fiz por conta própria também. Quem manda é o Carille. Depois de ter tomado o gol ontem com certeza não (iria de novo para a área), bem difícil (risos). Mas em outras vezes fui para a área e não aconteceu nada. Nessa erramos, não colocamos a bola na área novamente e tomamos o gol. Mas tudo é aprendizado, temos que tirar lição de tudo isso, e se o Carille quiser que eu vá, eu vou. 

CONFIRA OUTRAS DECLARAÇÕES DE CÁSSIO NESTA SEGUNDA-FEIRA:

SISTEMA DEFENSIVO FRÁGIL
"Acho que vai se afunilando o campeonato e não tem uma equipe que manteve seu padrão durante o tempo todo. Todos oscilam. Assim como no momento em que éramos a melhor defesa é porque não era só mérito da linha defensiva ou do goleiro, agora também, precisa melhorar geral e parar de tomar gol. Porque é assim que você fica mais próximo da vitória. Então é continuar trabalhando forte e dedicado para buscar os três pontos e se possível sem tomar gol."

PARTIDA CONTRA O GRÊMIO
"É mais um jogo, são mais três pontos. Assim como tivemos respeito pela equipe do Bahia, temos com o Grêmio. Mas temos que nos impor em casa e ir em busca dos três pontos. Estamos liderando o campeonato, almejamos buscar o título e acho que é de suma importância buscar esse resultado em casa contra uma equipe como o Grêmio. Nem passa pela nossa cabeça a derrota. Pensamos em ganhar e vamos trabalhar para isso. Não que por isso a gente vá entrar desorganizados, com a guarda baixa. É organização, fazer o que sabemos."

CONTA PELO TÍTULO
"Temos que continuar da mesma maneira. Vi algumas coisas, até o Fábio comentou, mas acho que temos que pensar jogo a jogo e não no que vai acontecer em três ou quatro rodadas. É focar 100% no Grêmio, que se ganharmos vamos dando mais um passo em busca do nosso título. Em seguida os próximos jogos."