LANCE!
23/09/2016
15:54
Campinas (SP)

Comandante da Ponte Preta desde abril deste ano e atual oitavo colocado do Campeonato Brasileiro com 39 pontos, só dois a menos que o Corinthians, Eduardo Baptista comunicou nesta sexta-feira a renovação de seu contrato na Macaca até o fim de 2017 - o vínculo anterior valia até dezembro deste ano. O treinador é uma das opções estudadas pelo Timão para assumir o comando após a demissão de Cristóvão Borges, mas aproveitou o anúncio da renovação para negar o recebimento de convites e até elogiar Fabio Carille, o interino do Timão antes do anúncio do novo técnico.

- Ninguém do Corinthians me procurou.Eu estudo com o Fabio Carille no curso de treinadores da CBF, ele é meu amigo e está preparado para ser treinador. O que me motiva e me prende aqui não é contrato com a Ponte Preta, e sim o projeto, a seriedade da diretoria e o grupo de atletas - relatou Eduardo Baptista, antes de confirmar a renovação até o fim do próximo ano.

- O planejamento já está ocorrendo. Há três meses eu acertei com o Gustavo (Bueno, gerente de futebol) e o meu contrato é até 2017. Só fico triste por ter vazado - disse o treinador, que tem forte ligação com a Ponte Preta: nasceu em Campinas em família ponte-pretana, jogou na base do clube quando tentou se profissionalizar e iniciou a carreira fora dos gramados justamente em Moisés Lucarelli, como preparador físico.

A diretoria do Corinthians segue tratando o nome de Eduardo Baptista como opção, independentemente da renovação com a Ponte Preta. Na diretoria há defensores e também opositores ao nome do profissional, visto como pouco experiente para as pressões do Timão. A visão é semelhante sobre Roger Machado, demitido do Grêmio há duas semanas. Enquanto isso, Fabio Carille vai sendo mantido, ainda que "sem garantias" da diretoria.

- A gente vai levando até aparecer alguém - disse recentemente o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade.