marquinho gabriel, Corinthians

Marquinhos Gabriel entrou no lugar de Giovanni Augusto aos 13 do segundo tempo (Foto:Mauro Horita/AGIF)

Gabriel Carneiro
05/05/2016
15:54
São Paulo (SP)

Apenas 17 dias depois de ter 70% dos direitos econômicos comprados do Al Nassr (SAU) por cerca de R$ 10 milhões, o meia-atacante Marquinhos Gabriel estreou pelo Corinthians nesta quarta-feira, no jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores, contra o Nacional (URU). Apesar do empate em 2 a 2 ter eliminado a equipe brasileira da competição continental, o camisa 21 assumiu a responsabilidade em uma cobrança de pênalti aos 48 minutos do segundo tempo e marcou seu primeiro gol com a camisa alvinegra, o que não evitou a frustração do sonho antigo de jogar a competição.

Marquinhos Gabriel esteve em campo durante 36 minutos. Acionado na vaga de Giovanni Augusto aos 13 do segundo tempo, o jogador criou chances, buscou espaços, mas só conseguiu igualar o marcador quando praticamente já não havia mais tempo para nada - o jogo foi encerrado um minuto depois do gol do pênalti cometido por Polenta. Após o jogo, o 11º reforço contratado pelo Corinthians para a temporada celebrou a estreia com gol, mas lamentou a desclassificação de sua nova equipe.

- A gente treina para isso, busca perfeição no que a gente faz. Então fui feliz em ter feito o gol, mas infelizmente não conseguimos a classificação. Agora a gente tem que seguir para frente, ficou para trás a Libertadores e a gente precisa esquecer isso e, claro, assimilar o mais rápido possível para que nesse campeonato que a gente tem pela frente, conseguir o êxito - disse Marquinhos Gabriel, após o jogo, já projetando Brasileirão e Copa do Brasil (a partir das oitavas de final), as competições que restam para o Timão na temporada.

O compromisso diante dos uruguaios marcou a estreia de Marquinhos Gabriel na Copa Libertadores, torneio que ele disse ansiar disputar desde o ano passado, quando ainda defendia o Santos. Neste ano, o meia-atacante teve propostas para voltar ao próprio Peixe, que não disputa o torneio, e também do Corinthians, que aceitou. Um dos argumentos utilizados pelo novo camisa 21 do Parque São Jorge para topar a oferta dos alvinegros da capital foi justamente o torneio, quando afirmou que "a escolha foi pela grandeza do clube, por jogar Libertadores e pelos meus objetivos pessoais, de chegar à Seleção".

Marquinhos Gabriel tem quatro anos de contrato com o Corinthians e deve estar em campo no próximo dia 15, contra o Grêmio, na abertura do Campeonato Brasileiro. Ano passado, ele marcou três gols nesta competição.