Gabriel Carneiro
05/01/2017
07:00
São Paulo (SP)

Marlone nunca esteve na Europa, mas terá a chance de conhecer o continente de uma maneira especial: ele concorre à eleição de gol mais bonito do mundo e participará da cerimônia na sede da Fifa na próxima segunda-feira. O jogador do Corinthians viaja à Suíça neste sábado, ao lado da esposa Caroline e da filha Antonella, e carregando na bagagem um terno novo, preto, de grife, que comprou no Brasil. Para ornamentar o visual ele usará um bottom do Timão na lapela do paletó durante a premiação.

A utilização do apetrecho pode parecer um simples conceito de moda, mas a simbologia do gesto é bem maior: alvo de uma proposta do Atlético-MG, o jogador deseja permanecer no Corinthians em 2017. Nos últimos dias, conforme informado pelo LANCE!, a negociação com o clube mineiro esfriou. Por conta da pressão da torcida contrária à transferência, a demora do Galo para realizar uma nova proposta e a falta de acerto financeiro, o Timão endureceu a negociação e não se mostra disposto a abrir mão do camisa 8.

A ideia de incrementar o visual com o símbolo do Corinthians foi dos profissionais da empresa que cuida da gestão da imagem de Marlone, que entrou em contato com o departamento de marketing do clube e providenciou o item. O jogador até viajará com seu assessor de imprensa para a Europa. A princípio, a Fifa não veta nenhuma referência ao clube na vestimenta dos jogadores durante a premiação, mas o procedimento não é comum.


Marlone ganhou forte identificação com o Corinthians durante o ano de 2016, quando o clube pagou R$ 4 milhões por 50% de seus direitos econômicos. O "abraço" da torcida ocorreu justamente porque ele passou quase todo o primeiro semestre do ano passado sem chances no time titular. Mais utilizado do meio para o fim do ano, ele fechou o ano com 38 jogos, sendo 21 como titular, nove gols marcados e quatro assistências. 

Um desses gols foi contra o Cobresal (CHI), na última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, em lindo voleio dentro da área. É este o gol que concorre com os do malaio Mohd Faiz Subri e da venezuelana Daniuska Rodríguez.

Mesmo sem acerto com o Atlético-MG, Marlone não se reapresentará ao Corinthians no dia 11 de janeiro, como o restante do grupo. Mas isso só ocorrerá porque é neste dia que ele volta da Europa. O retorno aos trabalhos acontecerá normalmente no dia seguinte.