Marcelinho Carioca esteve em loja na Arena neste sábado (Foto: Divulgação)

Marcelinho Carioca esteve em loja na Arena neste sábado (Foto: Divulgação)

LANCE!
11/06/2016
18:19
São Paulo (SP)

Protagonista de alguns clássicos entre Palmeiras e Corinthians enquanto jogava, Marcelinho Carioca acompanhará o Dérbi deste domingo com lamentação. O Pé de Anjo não se conforma com o fato de um dos maiores clássicos do Brasil ser realizado com torcida única.

Em entrevista neste sábado, quando lançou sua linha retrô de camisetas na loja Poderoso Timão da Arena Corinthians, o ex-camisa 7 do Timão afirmou:

- É ridículo (proibir a torcida visitante de ir ao estádio), estão matando o futebol, que já está muito mecanizado. Lógico que a gente que ver mais família nos estádios, mas tem que ter as duas torcidas. Quem cometeu vandalismo tem que ser castigado, mas a lei do nosso país não funciona - comentou.

 de campo, contudo, Marcelinho espera uma grande partida no Allianz Parque. Mesmo sem o apoio da Fiel, ele acredita que o Corinthians tem chances de vencer.

- É difícil jogar na casa do adversário, com a torcida deles. Lógico que nossa camisa pesa muito. Tenho certeza que o Tite vai trabalhar mais, pro jogo de amanhã, as partes emocional e psicológica. O Corinthians tem tudo para conquistar essa vitória - opinou.

Embora a equipe alvinegra tenha começado a rodada como líder do Brasileirão, o ex-jogador ainda vê o atual Corinthians muito abaixo daquele que foi campeão nacional no ano passado.

- Respeito todos, mas a diferença é gritante. Eram jogadores (Renato e Jadson) que anteviam jogadas, pisavam na bola, cadenciavam o jogo, colocavam velocidade na hora certa e davam lançamentos precisos. Os atletas atuais têm potencial, são bons jogadores, mas pra envergar a camisa do Corinthians e mostrar que tem 'garrafa vazia pra vender' ainda vai demorar um pouco. O Corinthians ainda perdeu seu pilar na frente da zaga, que era o Ralf e isso faz muita diferença porque era um espécie de terceiro zagueiro pela frente.