Luciano quer mostrar condição para 'deixar dúvida' na cabeça de Tite (foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Luciano quer mostrar condição para 'deixar dúvida' na cabeça de Tite (foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

LANCE!
29/03/2016
20:02
São Paulo (SP)

Os meses de molho só serviram para aumentar a motivação de Luciano. O atacante vivia grande fase no Corinthians quando lesionou o joelho, em agosto passado. Após um longo tempo de reabilitação e trabalhos físicos, ele retornou, mas ainda não recuperou o posto de titular, ocupado por André. Luciano terá nova chance entre os 11 nesta quarta-feira, contra a Ponte Preta, na Arena, e quer aproveitar a seca de gols do camisa 9 para mostrar a Tite que tem condição de retomar a vaga.

— Estou aqui para somar e ajudar a equipe. Fiquei muito tempo afastado e estou pegando ritmo de novo. André é um excelente jogador, todos passam por isso (seca de gols), mas o trabalho corresponde. Quando vier minha oportunidade vou agarrar e não soltar mais. Fora de campo a gente é uma família, e dentro de campo é competição — disse o garoto de 22 anos.

Luciano voltou à ativa no dia 24 de fevereiro, no empate com o São Bento. Só vestiu a camisa alvinegra mais quatro vezes desde então. Também defendeu a Seleção olímpica nos amistosos contra Nigéria e África do Sul, na semana passada, e ainda não balançou as redes. O camisa 18 não esconde a ansiedade para quebrar o jejum, mas prometeu ser generoso.

— Depois que eu machuquei, voltei mais habilidoso. Todo atacante quer fazer gols, comigo não é diferente. Quero fazer gols sim, mas vou tocar se tiver alguém mais bem posicionado — explicou.

O garoto quer fazer bonito para voltar ao time titular do Corinthians, reviver a boa fase e permanecer no selecionado nacional. A receita, contudo, é deixar a amarelinha de lado e focar totalmente na alvinegra.

— Jogador que sonha com Seleção tem que estar entre os titulares do seu clube. Agora é manter o foco no Corinthians, esquecer Seleção e procurar ajudar meus companheiros dentro de campo. O que vai decidir é o dia a dia, os treinamentos. André é um amigo, mas eu vou sempre estar trabalhando para jogar e marcando gols para deixar a dúvida na cabeça do Tite — finalizou.