Jadson comemora (Foto: Daniel Vorley/AGIF/Lancepress!)

Jadson tem um título pelo Corinthians, ainda longe dos doze conquistados no Shakhtar Donetsk (Foto: Daniel Vorley)

Lucas Faraldo
01/12/2015
08:00
São Paulo (SP)

É verdade que a suspensão para o último jogo do Corinthians no ano, contra o Avaí, no próximo domingo, não deve livrar Jadson de se reapresentar ao CT Joaquim Grava e treinar normalmente durante a semana. As “férias antecipadas”, contudo, seriam mais do que merecidas: o camisa 10 do Timão acumulou os melhores números de sua carreira desde a saída para o futebol europeu, no início de 2005, quando foi contratado pelo Shakhtar Donetsk (Ucrânia).

Jadson fechou a temporada com 16 gols e 26 assistências nos 58 jogos que disputou. Seja no Shakhtar Donetsk, no São Paulo ou até mesmo no Corinthians de Mano Menezes, Jadson nunca antes havia sido tão decisivo em uma temporada. Em 2015, a cada quatro partidas disputadas com a camisa do Corinthians, ele teve participação direta em três tentos.

A temporada de Jadson que mais se aproxima da atual em termos de números é a de 2012, quando jogava pelo São Paulo. Na ocasião, ele marcou dez gols e deu 19 assistências, mas entrou em campo em 69 oportunidades (11 a mais do em 2015).

Foi justamente graças aos bons números de 2012 que Jadson disputou a Copa das Confederações de 2013. E é voltar a defender a Seleção que motiva o meia a seguir em alta na próxima temporada. O jogador, que vem sendo cotado nas listas de Dunga convocação após convocação, tem como meta disputar as Eliminatórias da Copa em 2016.

Números da carreira de Jadson (Imagem: Editoria de Arte/LANCE!)
Números da carreira de Jadson (Imagem: Editoria de Arte/LANCE!)

Seleção à parte, Jadson também deseja mais títulos para entrar de vez na história do Corinthians. O camisa 10 mostrou-se vislumbrado com a conquista do primeiro Campeonato Brasileiro de sua carreira (e primeiro título pelo Alvinegro), mas, com a camisa do Timão, ainda está longe de bater a marca de doze títulos conquistados no Shakhtar.

RENOVA O CONTRATO?
Para seguir brilhando no Corinthians Jadson terá de negociar com o clube sua renovação contratual. O jogador, que recebe sondagens de clubes do exterior, tem contrato até agosto de 2016. O presidente Roberto de Andrade solicitou à diretoria do Timão para iniciar conversas com o meia e seus empresários.

JADSON NO TIMÃO:

Começo arrasador
Envolvido na troca com Pato, Jadson chegou ao Corinthians e logo mostrou-se adaptado: em seu primeiro mês, marcou três gols e deu quatro assistências.

......................

Sombra de Lodeiro
O passar dos meses não fez bem a Jadson em 2014. Os números já não eram tão bons e o meia sofreu com a concorrência de Lodeiro. O uruguaio virou prioridade de Mano Menezes.

......................

Altas emoções
Já com Tite, Jadson começou 2015 como reserva de Lodeiro. A saída do uruguaio fez o camisa 10 seguir no Timão e recusar proposta do Flamengo. Após bom início de ano, quase foi para a China, mas recusou proposta do Jiangsu Sainty.

......................

Recompensa
Conquistou seu primeiro título pelo clube e virou maior garçom e vice-goleador do Brasileirão.

CAMINHO ABERTO PARA LOVE
A suspensão de Jadson para a última rodada do Brasileirão abriu caminho para Vagner Love na briga pela artilharia do Corinthians e vice-artilharia do campeonato. Com 13 gols, os dois corintianos se juntam a Pratto, do Atlético-MG, e André, do Sport. O Artilheiro do Amor, contudo, ainda não está confirmado diante do Avaí no próximo domingo. A tendência é parte do time titular ser poupado, haja vista que o Timão já garantiu a taça.
Vale lembrar que Vagner Love tem motivação extra para balançar as redes diante do Avaí. Se fizer ao menos um gol, ele chegará à melhor marca da carreira no Brasileirão. Com 13 tentos, ele igualou o recorde de 2012, quando vestia a camisa do Flamengo.

HOME - Vasco x Corinthians - Campeonato Brasileiro - Vagner Love (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)
Vagner Love tem 13 gols no BR-15 (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)