Gabriel Carneiro
12/07/2016
16:05
São Paulo (SP)

Do grupo atual, apenas Cássio, Walter, Rodriguinho e Danilo faziam parte do elenco do Corinthians na Copa do Brasil de 2013, quando Alexandre Pato arriscou uma cavadinha na disputa por pênaltis e deixou nas mãos do goleiro Dida, do Grêmio, a classificação do Timão para as semifinais da competição. Quase três anos depois do feito que traumatizou a Fiel e gerou forte revolta dos próprios companheiros, o atacante voltou ao clube para cumprir os últimos seis meses de contrato. O temor era de que o ambiente fosse desfavorável, mas a realidade é diferente.

Em apenas uma semana desde que se reapresentou ao CT Joaquim Grava, Pato procurou se aproximar de alguns jogadores que atualmente defendem o Timão. Ele até apareceu em uma foto postada pelo zagueiro Vilson nesta terça-feira, almoçando junto com Elias, André e Giovanni Augusto, além do próprio autor da mensagem. Como o entrosamento agora é maior, os novos companheiros de Pato já notaram traços da personalidade do jogador.

- É muito difícil conversar com o Alexandre, ele é um cara bem introvertido, não fala muito. Mas o pouco que tentei conversar com ele deu pra ver que ele está querendo. E na minha opinião se ele realmente quiser jogar, esquecer o que passou, a torcida apagar (as críticas por 2013) e abraçá-lo, porque ele é um cara que pode nos ajudar muito. Nosso grupo tem por característica acolher bem as pessoas, e com o Pato será a mesma coisa. Se ele demonstrar que quer realmente nós vamos ajudar - explicou Rodriguinho, entre ressalvas para explicar o jeito de Pato e cobrar companheirismo neste momento de uma nova chance.

- Temos que entender que cada um tem seu jeito de ser, e isso não vai atrapalhar em nada. O que ele (Pato) é fora de campo não interessa para a gente. Tanto que você vê que eu quase não escuto a voz do Marquinhos Gabriel lá dentro, mas não é por isso que vamos excluí-lo, e em campo ele faz a diferença. O Pato tem que estar focado em nos ajudar, e isso basta - relatou.

Inativo há mais de 40 dias, desde que deixou o Chelsea (ING), Pato está realizando uma pré-temporada particular nesta segunda passagem pelo Corinthians. Ele treina há uma semana, já participa de alguns trabalhos sem restrições, mas ainda não é esperado pelo técnico Cristóvão Borges no clássico deste domingo, contra o São Paulo. A tendência é que a reestreia do atacante ocorra no dia 23 de julho, na Arena, contra o Figueirense.

Pato
Pato e grupo em foto postada por Vilson (Foto: Reprodução/Instagram)