Gabriel Carneiro
12/01/2017
13:30
São Paulo (SP)

O maior sonho de consumo da diretoria e da torcida do Corinthians para 2017 está próximo de ser realizado. Segundo Flávio Adauto, diretor de futebol do Timão, o clube foi informado que o meia Jadson já rescindiu contrato com o Tianjin Quanjian, da China. Agora, o jogador de 33 anos negocia condições contratuais para retornar ao Corinthians ainda nesta temporada. As conversas ainda não estão concluídas, mas os dirigentes alvinegros estão bastante otimistas a respeito da possibilidade de um acerto e não dão prazo para fechar.

Os representantes de Jadson, por outro lado, dizem a rescisão ainda não é oficial, mas estão na China justamente em busca de um acordo.

Negociado pelo Corinthians no fim de 2015, Jadson foi procurado pelo clube no fim do ano passado e se animou com a possibilidade de voltar. Apesar disso, seus representantes tratavam a rescisão contratual na China como uma realidade distante. O quadro mudou. Em seu primeiro ano na elite do futebol chinês, o Tianjian Quanjian deseja contratar jogadores mais renomados e caros, como o belga Alex Witsel, que já fechou por 50 milhões de euros. Jadson não está nos planos, e deve receber o pagamento da multa relativa a um ano que ainda tinha de contrato. Restam questões burocráticas para a rescisão se confirmar, e o jogador não abre mão de receber o contrato integralmente.


Paralelamente às tentativas de saída do futebol chinês, Jadson abriu conversas com o Corinthians e o Cruzeiro. Os mineiros desistiram do acerto por questões financeiras e decidiram apostar em Thiago Neves, já anunciado. Já o Timão manteve as negociações, recebeu sinais positivos nas últimas semanas e iniciou tratativas sobre salário, tempo de contrato e outros detalhes. A tendência é que o acerto não demore muito tempo assim que for confirmada a rescisão na China.

Jadson voltará ao Corinthians com status de protagonista para 2017. Aos 33 anos, ele se despediu como camisa 10 e um dos melhores jogadores do título brasileiro de 2015, e agora vai liderar a reconstrução da equipe sob o comando de Fabio Carille. Na visão da diretoria, ele muda o patamar da equipe para 2017, pois seria um líder do elenco e referência técnica.

Focado em Jadson, o Corinthians desistiu de duas negociações com meias renomados que caminhavam paralelamente: Anderson, do Internacional, e Wagner, que está de saída do Tianjin Teda, também da China. O clube avisou os empresários dos dois jogadores que não está mais na disputa.