Corinthians

Elenco alvinegro dispõe de quatro laterais e cinco zagueiros atualmente (Foto: Agência Corinthians)

LANCE!
26/03/2016
10:00
São Paulo (SP)

"Ataque ganha jogos, defesa ganha campeonatos." A frase dita por Phil Jackson, treinador mais vitorioso da história da NBA, também vale para o futebol. Afinal, foi com a melhor defesa (e o melhor ataque) que o Corinthians faturou o título brasileiro em 2015.

E é com o mesmo desempenho que o Timão agora lidera o Paulistão como única equipe já classificada para as quartas de final. Para Felipe, o segredo do sucesso é o diálogo entre os defensores dentro de campo.

- O Uendel e o Fagner me ajudam muito,e com o Yago é um sistema defensivo muito forte. É difícil eu falar com André, por exemplo, mas com os laterais é mais fácil conversar, e damos confiança um para o outro. Esse é o pensamento - afirmou o zagueiro.

A comunicação na zaga tem surtido efeito. O time do Parque São Jorge sofreu apenas seis gols em 11 rodadas do Estadual, além de três gols em quatro duelos na Libertadores. O Corinthians não é vazado há quatro jogos - contra Botafogo-SP, Cerro Porteño, Linense e São Bernardo -, período em que balançou as redes 12 vezes. Na visão do lateral Uendel, a harmonia do setor defensivo explica as boas estatísticas.

— Nossa linha de quatro é muito trabalhada, e nós fazemos como se fosse um corpo só, às vezes salvando cobertura, ou afastando bola nas costas. A linha bem montada dificulta para o adversário. O Tite gosta dessa linha bem fechada, por isso que laterais e zagueiros dependem muito um dos outros — completou o camisa 6.