Gil está de saída do Corinthians rumo á China (Foto Daniel Augusto Jr)

Gil está de saída do Corinthians rumo á China (Foto Daniel Augusto Jr)

Bruno Cassucci
19/01/2016
07:45
Enviado especial a Orlando (EUA)

A venda do zagueiro Gil ao Shandong Luneng, da China, deve render ao Corinthians mais dinheiro do que todas as outras negociações nesta temporada.

Antes do zagueiro, o Timão negociou cinco atletas em 2016. As saídas de Jadson, Ralf, Renato Augusto e Vagner Love renderam cerca de R$ 33,5 milhões aos cofres alvinegros. Já com Gil o clube de Parque São Jorge deve ficar com quase R$ 40 milhões.

Um dos motivos para isso é o fato de o Corinthians ter 90% dos direitos econômicos do defensor. Já nas outras transferências o Timão tinha percentuais pequenos. Jadson, por exemplo, só tinha 30% vinculado ao clube. Renato Augusto, metade.

Outro fator determinante para o zagueiro ser mais rentável ao Corinthians é o fato de não ter uma multa rescisória acordada em seu contrato. Jadson, Ralf e Renato Augusto saíram após o depósito de tais indenizações ao Timão, sem qualquer negociação. Já com Gil, a quantia era pré-estipulada com base no salário dele, o que tornou o custo muito mais alto. Assim, o Shandong precisou negociar com a diretoria corintiana até chegar ao valor desejado.

Além destes cinco jogadores, o Corinthians perdeu o zagueiro Edu Dracena no início deste ano. Ele pediu para ter o contrato rescindido e acertou com o Palmeiras.

Veja os detalhes de cada venda do Timão:

Jadson: Tianjin Quanjian (CNH) pagou cerca de R$ 22 milhões, mas Timão teve direito a 30% - cerca de R$ 6,5 milhões.

Renato Augusto: Beijing Guoan (CNH) pagou cerca de R$ 35 milhões, deixando 50% para o Corinthians - cerca de R$ 17,5 milhões.

Ralf: Beijing Guoan (CNH) pagou cerca de R$ 4,5 milhões, valor da multa rescisória que fica inteiro para o Timão.

Vagner Love: Monaco (FRA) pagou cerca de R$ 5 milhões, valor da multa rescisória que fica inteiro para o Corinthians.