Mesmo após doping, Yago seguirá como titular do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr)

Zagueiro entrou em campo em 19 partidas oficiais pelo Corinthians nesta temporada (Foto: Daniel Augusto Jr)

LANCE!
25/05/2016
15:17
São Paulo (SP)

Flagrado no exame antidoping na oitava rodada do Campeonato Paulista por uso da substância proibida betametasona, o zagueiro Yago está suspenso preventivamente até o dia 8 de junho, mas enfim conheceu a data de seu julgamento. O caso do jogador do Corinthians será analisado pelos auditores do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SP) em sessão na próxima segunda-feira, às 17h. O clube já tinha a informação há dois dias, mas só nesta quarta é que a Federação Paulista de Futebol (FPF) oficializou a data.

A única decisão judicial deste caso até o momento foi negativa para o Corinthians, que tem certeza da absolvição de Yago no julgamento. Na semana passada, o clube pediu a anulação da suspensão preventiva para que o zagueiro pudesse jogar no Campeonato Brasileiro, mas o TJD não reconsiderou sua decisão.

Yago é desfalque certo contra a Ponte Preta, nesta quinta-feira, e Sport, no fim de semana. Ele pode voltar ao time no clássico contra o Santos, em 1º de junho.

A betametasona faz parte de um medicamento de ação anti-inflamatória para combater dores no joelho, e foi administrada de forma intra-articular (infiltração), método permitido pela Agência Mundial de Dopagem. Todos os glicocorticóides (grupo do qual faz parte a betametasona) são proibidos quando administrados por via oral, intramuscular, intravenosa ou retal. Com Yago, a via utilizada é permitida, e o Corinthians informou previamente à FPF que utilizaria a substância, de acordo com o consultor médico do clube, Joaquim Grava. Por isso, o clube não espera problemas com o jogador.

Yago entrou em campo pela última vez em 4 de maio, dia da eliminação do Corinthians na Copa Libertadores. Depois, foi desfalque contra Grêmio e Vitória, nas duas primeiras rodadas do Brasileirão, quando foi substituído por Balbuena. Agora que não conta com o paraguaio, a serviço da seleção do Paraguai na Copa América, Tite escalará Vilson ao lado de Felipe, tendo apenas o garoto Pedro Henrique como opção no banco de reservas.

- A gente fica triste por ele (Yago), pois é um cara trabalhador, um amigo nosso. Acabou acontecendo essa situação, com certeza ele ficou triste. Mas ele continua trabalhando, aguardando o julgamento. Esperamos que não dê nada, pois precisamos de todo mundo. Ele fica triste, e nós ficamos tristes por ele. Ele vinha numa sequência boa. O Yago tem tranquilidade grande, já passou por várias situações, foi emprestado... Apesar de jovem, é muito maduro - disse Vilson, o novo titular da zaga no lugar de Yago.