Campeonato Paulista - Corinthians x São Paulo (foto:Marcello Zambrana/ AGIF)

Criciúma e Cruzeiro detêm os direitos econômicos do atacante, hoje no Timão (Foto:Marcello Zambrana/ AGIF)

LANCE!
15/02/2016
16:05
São Paulo (SP)

Lucca foi o autor de um dos gols do Corinthians nos 2 a 0 diante do São Paulo, neste domingo, pela quarta rodada do Campeonato Paulista. Apesar do fim de semana de festa, ele precisou responder a um questionamento delicado nesta segunda-feira, dia da reapresentação do grupo no CT Joaquim Grava e também da viagem para o Chile, onde o Timão abre sua participação na Copa Libertadores. Titular com Tite desde o início de 2016, o camisa 30 tem contrato com o Corinthians somente até o fim de maio, e não participaria nem mesmo até o fim da competição continental caso a equipe avance às fases decisivas. Em resposta, Lucca demonstrou certa preocupação com o assunto, já que são apenas três meses e meio até o contrato acabar.

- Meu contrato acaba no fim do Paulista. Pelo que sei foi conversado no fim do ano passado, ficou para esse ano, mas ainda não teve nada de novo. Meu desejo todos sabem, que é de permanecer. Espero que possa dar certo, mas não sei o que vai acontecer. Para ser sincero estou bem, nem pensei na possibilidade de sair no meio do ano - explicou Lucca, em entrevista coletiva.

Lucca chegou ao Corinthians em setembro do ano passado, emprestado até o fim de maio pelo Criciúma, com o valor de compra de R$ 9 milhões ao fim do período. O problema é que o time catarinense detém 65% dos direitos econômicos do atacante, e o Cruzeiro é dono dos 35% restantes. Os dois clubes combinaram, antes do empréstimo ao Timão, que o novo clube de Lucca teria que pagar o correspondente a 100% dos direitos para comprá-lo. No fim de 2015, o Corinthians chegou a negociar, mas esbarrou na necessidade de pagar por 100% e recuou, com a garantia de preferência até o fim de maio.

Somando os quatro jogos do Paulistão deste ano, Lucca já soma 14 com a camisa do Corinthians, e quatro gols marcados. Titular, ele comemora a chance de ter feito pré-temporada para se manter na equipe.

- Ano passado cheguei já no fim do campeonato, só 11 partidas disputadas (na verdade, dez). Fui feliz de entrar bem, mas agora ter feito pré-temporada é bom, fisicamente você fica um nível acima. Vou sempre estar treinando para jogar - completou o camisa 30.