Bruno Cassucci e Rodrigo Vessoni
07/06/2016
06:15
São Paulo (SP)

A defesa do Corinthians mudará novamente. Depois de vender Gil, no início do ano, o Timão perderá em breve o zagueiro Felipe, a caminho do Porto (POR). A transferência não foi concretizada, mas já é dada como certa pelo jogador e pelo próprio clube, que por isso tem pressa na busca por um substituto.

A solução pode vir do mesmo local de onde surge o problema: Portugal. A diretoria alvinegra se interessa por Naldo, de 27 anos, que está no Sporting, e já abriu negociação por ele. O jogador de 1,88m passou por Ponte Preta, Grêmio e Cruzeiro no Brasil. Na Europa ele defendeu Bolonha e Udinese, da Itália, e também passou pelo Getafe, da Espanha.

A janela de inscrições de atletas vindo do exterior abre já no próximo dia 20, e o Corinthians tem pressa. Além de Naldo, outros nomes do Brasil e do exterior são observados.

Enquanto isso, o Corinthians também tenta soluções caseiras. Satisfeito com o desempenho de Vilson, que chegou ao Parque São Jorge no início do ano, o clube já procurou os representantes do atleta para tentar segurá-lo. O defensor de 27 anos rescindiu contrato com a Chapecoense em janeiro para fechar com o Timão, mas seguiu registrado ao SEV Hortolândia, equipe utilizada pelo empresário Fernando Garcia para registrar alguns jogadores que trabalham com ele. Assim, ele foi emprestado até o fim da temporada.

Garcia representa outros oito atletas do elenco profissional do Timão e tem ótimo trânsito com a diretoria alvinegra. As partes já iniciaram tratativas para definir o futuro de Vilson, mas não têm tanta pressa, já que restam seis meses de vínculo.

O defensor, que ganhou espaço com a convocação de Balbuena para defender a seleção paraguaia na Copa América, poderia até ser titular contra o Palmeiras, domingo, mas pode perder espaço com o retorno de Yago.

Enquanto isso, o Corinthians vai se despedindo aos poucos de Felipe. O jogador já retirou alguns pertences do CT Joaquim Grava e comunicou a saída a pessoas próximas. A janela de transferências para a Europa abre em julho, mas ele pode viajar antes ao Velho Continente para realizar exames e assinar contrato com o Porto.