Zagueiro Felipe tem contrato com o Corinthians até o fim de 2019 (Foto: Daniel Augusto Jr)

Zagueiro Felipe tem contrato com o Corinthians até o fim de 2019 (Foto: Daniel Augusto Jr)

Fábio Suzuki e Olga Bagatini
09/05/2016
22:44
São Paulo (SP)

As recentes eliminações no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores renderam ao Corinthians a fama de "time dos pontos corridos". Foram cinco eliminações em mata-mata desde a inauguração da Arena Corinthians, há dois anos. Para o zagueiro Felipe, a culpa da fragilidade alvinegra em jogos eliminatórios é da ansiedade, e cabe aos jogadores trabalharem para evitar que ela volte a prejudicá-los. 

— É complicado vocês falarem isso porque a gente sofreu uma série de eliminações no ano passado e nesse ano. A gente tem que corrigir alguma coisa que está acontecendo, a ansiedade ou algo do tipo. Tem que corrigir para que não aconteça mais —  disse o defensor durante a Festa do Paulistão, em que foi eleito um dos melhores zagueiros da competição. 

Felipe não escondeu a tristeza por ver a final do Paulistão do sofá, mas garantiu que o time está focado em fazer um bom trabalho para embalar logo de início no Brasileirão, que começa no próximo fim de semana. 

— A gente fica chateado, acompanhando a final e sabendo que tínhamos total condições de estar ali. Mas tem que absorver o que passou e pegar firme no Brasileiro desde o início para garantir vaga próxima Libertadores. 

Relembrando a campanha de 2015 - quando o Timão também foi eliminado na semifinal do Paulista e nas oitavas de final da Libertadores, mas reconstruiu-se para ser campeão brasileiro de maneira incontestável -, Felipe mostrou confiança na capacidade do técnico Tite para resolver a "dor de cabeça". 

— A equipe demonstrou crescimento enorme desde começo do ano, apenas quatro meses após a saída de peças importantes. Ninguém acreditava na gente, mas quando começou o Paulista e viram a gente jogar, já disseram que o time ia ser campeão. Ficamos chateados pela eliminação, claro, mas tem que deixar isso para o Tite. Ele vai resolver a dor de cabeça. É complicado, mas ele sempre quer o melhor para a gente — completou.