Maycon

Garoto participou de ação social do Projeto Elias nesta quinta-feira, em São Paulo (Foto: Agência Corinthians)

LANCE!
24/03/2016
15:46
São Paulo (SP)

Maycon não conseguiu escapar do apelido de "novo Elias". Além da semelhança no estilo de jogo, de muita chegada, e dos elogios públicos do técnico Tite, os dois jogadores têm trocado elogios e até admitem certos elementos em comum. Em evento social realizado nesta quinta-feira, Maycon foi um dos convidados por Elias para comparecer ao projeto conduzido pelo camisa 7 no bairro Parque Novo Mundo, na Zona Norte de São Paulo. Apesar de estar ao lado de Bruno Henrique, Yago e Guilherme Arana, o volante é que foi alvo das atenções e perguntas sobre as semelhanças com Elias dentro de campo.

- Fico muito contente de ser comparado com ele, jogador de Seleção, que ganhou o que ganhou no Corinthians e ainda vai ganhar mais. É muito gratificante receber esses elogios. Está sendo um momento legal, mas o Tite fala que sempre tem espaço para evolução, e tenho que procurar isso. Nas primeiras partidas eu estava um pouco ansioso, me acostumando com a equipe, a forma de jogar. Mas nos últimos jogos a coisa se desenrolou, estou satisfeito com os elogios, as comparações com o Elias, fico feliz, ele é jogador de Seleção Brasileira - sentenciou Maycon, jogador de apenas 18 anos.

Apesar da pouca idade, o camisa 22 já tem nove partidas realizadas pelo Corinthians e um gol marcado até o momento, na goleada por 3 a 0 diante do Botafogo-SP. Hoje, Maycon é uma espécie de suplente imediato de Rodriguinho, que assumiu a titularidade na função de Elias após o experiente volante sofrer uma lesão na perna direita, ainda nos primeiros jogos do ano. Quando tem oportunidade, Maycon tem mostrado serviço para tentar se manter como titular, e entrar de vez na busca por um espaço na equipe.

Enquanto isso, Elias vive as últimas semanas de tratamento na perna direita antes de voltar aos treinos sob o comando do técnico Tite. O camisa 7 já não sente dores no local, mas ainda espera mais uma semana ou dez dias para ficar à disposição. No mesmo momento em que aguarda seu retorno, ele dá forças ao garoto que subiu da base em 2016 e espera páreo duro para voltar ao time.

- Ele está aqui, seguindo meus passos, entãi vou dar um chega para lá (risos). Esse moleque é fantástico. Não é o Elias, porque é canhoto, mas tem futuro brilhante pela frente. É humilde, sabe escutar, está a fim de aprender e tem futuro brilhante na Seleção Brasileira e no Corinthians. Dá para jogar os dois, ele está crescendo, aprendendo, e isso demonstra a força de todo o elenco do Corinthians - admite Elias a respeito de seu "sucessor".