Fagner - Corinthians na AACD (Foto: Ari Ferreira/Lancepress!)

Fagner visitou a AACD na quinta-feira (Foto: Ari Ferreira/Lancepress!)

Guilherme Amaro e Lucas Faraldo
28/11/2015
08:35
São Paulo (SP)

Revelado pelo Corinthians, o lateral-direito Fagner voltou no início de 2014 com o objetivo de ser campeão pelo profissional para deixar seu nome marcado na história do clube. A meta, enfim, foi atingida em na noite do dia 19 de novembro, com a conquista antecipada do Brasileirão. O jogador de 26 anos exaltou o título e afirmou que “cumpriu o dever”, mas mantém a ambição: quer levantar mais troféus pelo Timão.

– É um sentimento de dever cumprido. Cresci dentro do clube. Na época que era criança, vi o Corinthians ser campeão algumas vezes. Sempre desejei isso, ser profissional pelo Corinthians, ser campeão e ficar marcado no clube. Conquistamos o Brasileiro, foi um título muito importante e fiquei muito feliz. Mas, agora, quero conquistar mais títulos para deixar meu nome ainda mais na história – afirmou Fagner, em entrevista exclusiva ao LANCE!.

Em sua primeira passagem pelo Corinthians, Fagner não teve esse mesmo sucesso. Ele chegou em 2004 para o futsal e foi promovido em 2006 para o profissional. No ano seguinte, deixou o Timão rumo à Europa em uma situação conturbada. O clube vivia uma crise dentro e fora dos gramados, com investigação de dirigentes e da parceria com a MSI, e acabou sendo rebaixado para a Série B.

Cerca de oito anos depois, Fagner não tem do que reclamar no Corinthians. O lateral-direito apontou as diferenças entre as épocas e rasgou elogios à atual estrutura alvinegra. Ele vê o Timão como um espelho para os outros clubes brasileiros.

– Desde gestão aos profissionais empenhados, hoje a diferença é muito grande. O futebol brasileiro viu a necessidade de se profissionalizar em todas as áreas, e o Corinthians é um exemplo disso. Atualmente, o clube tem profissionais capacitados em todas as áreas, uma das melhores estrutura do país, uma ótima arena, e isso é fundamental para o jogador trabalhar e o clube poder conquistar mais títulos – analisou Fagner, que hoje desfruta de um CT e de um estádio modernos.

Após cumprir seu primeiro dever no Corinthians, Fagner já tem objetivos traçados e quer a consagração na próxima temporada.

Confira a entrevista com Fagner:

Com o título garantido, alguns jogadores serão poupados. Qual é sua posição em relação a isso?
Eu quero jogar, estou bem fisicamente. No período que estive fora já deu para descansar. Agora, o foco é terminar jogando bem e depois curtir legal as férias. Eu não pediria para ser poupado ou sair de férias antes, até porque a competição só acaba no dia 6 de dezembro. Até quando tiver jogo e treino vou ser o mais profissional possível, trabalhando firme para buscar meu melhor e vestir a camisa do Corinthians como deve ser vestida. Tem que honrar até o último compromisso da temporada.

E o Tite já conversou com vocês sobre quem deve ser poupado?
Ainda não. Ele deve conversar individualmente com um ou outro jogador que esteja mais cansado. Mas temos que pensar nesses dois próximos jogos como fizemos no ano inteiro, sempre em busca da vitória, até porque os outros times ainda têm seus objetivos no campeonato.

Acha que o Corinthians precisa de reforços para o ano que vem?
É sempre importante repor uma ou outra peça, trazer um jogador que te acrescente qualidade no grupo. A diretoria vai ver em qual posição precisa de reforços, e quem chegar espero que chegue com a mesma vontade de ganhar que os jogadores que estão no clube hoje têm.

Como analisa esse time para o ano que vem? O Corinthians tem tudo para conquistar mais títulos?
O nosso grupo é muito qualificado e o conhecimento dos atletas só traz mais confiança ao time, por isso que é importante a manutenção do elenco para que a gente consiga repetir um bom ano. Temos que ser ambiciosos, mas no bom sentido, porque ter ambição não faz mal. Se tiver a ambição de conquistar títulos, vai se criar uma equipe vencedora.