Gabriel Carneiro
18/10/2017
17:50
São Paulo (SP)

O Corinthians não deve ser o destino do atacante Júnior Dutra em 2018. Apesar das negociações avançadas, em vias de assinatura de pré-contrato até semana passada, o Timão se incomodou com a postura de parte das pessoas que cercam o atleta e atualmente dá as conversas praticamente como encerradas. 

Segundo apurou o LANCE!, a decisão foi tomada entre esta terça e quarta-feira e já foi formalizada aos representantes do jogador, que tem vínculo com o Avaí até o fim da temporada. Os motivos da interrupção das conversas são declarações e exigências realizadas por intermediários da negociação ligados à família do jogador, que contava com um advogado atuando no caso.

As partes já trocavam até minutas de um pré-contrato válido por duas temporadas a partir de 2018, mas o departamento jurídico do Corinthians pausou as negociações, que não têm previsão de serem retomadas no momento. O caso também causou atritos entre as diretorias do Timão e do Avaí, clube que Júnior Dutra defenderá até o fim do ano e que já fez proposta de renovação. Em nome da boa relação entre os clubes as conversas estavam pausadas antes da decisão atual, que é pela interrupção.

O Corinthians busca um centroavante para ser reserva de Jô, já que Kazim não convenceu nesta temporada e Carlinhos ainda não é considerado pronto pela comissão técnica. Destaque do Avaí no Brasileirão, com seis gols marcados, Júnior Dutra se encaixou no perfil que a diretoria do Timão procura: tem experiência e não exige alto investimento. O botafoguense Roger vive caso semelhante e também foi procurado pelo Corinthians no mês passado.

Aos 29 anos, Júnior Dutra tem passagens no Brasil por Atlético-PR, Santo André, Vasco e Avaí. No exterior, já atuou em países como Japão, Bélgica e Qatar.