Campeonato Paulista - Corinthians x Ponte Preta (foto:Miguel Schincariol/LANCE!Press)

O zagueiro Balbuena marcou o segundo gol do Corinthians, na Arena (Foto:Miguel Schincariol/LANCE!Press)

LANCE!
31/03/2016
00:06
São Paulo (SP)

Bastaram três toques para o Corinthians chegar com perigo ao gol da Ponte Preta, nesta quarta-feira, na Arena. O goleiro Cássio defendeu ataque da Macaca, levantou rapidamente e de canhota acionou Romero pelo lado direito do ataque alvinegro. O paraguaio cruzou para Giovanni Augusto, que bateu forte e viu o goleiro João Carlos mandar pela linha de fundo. Balbuena aproveitou o escanteio para marcar o segundo gol corintiano em casa. 

Elogiado pela rápida e precisa reposição de bola, Cássio riu e admitiu que não era bem aquilo que gostaria de ter feito... 

- É fruto do trabalho, mas a gente tem que ser honesto, eu errei, era para bater a bola do outro lado, eu acabei batendo a mão na bola e foi daquele jeito (risos). Depois,  o Walter e o Matheus (Vidotto) (goleiros do Timão) rindo ali do lado. As outras todas foram certas, mas essa eu acabei errando e deu certo, porque originou o escanteio. Tem que ter sorte também (risos). A gente trabalha muito esse movimentos de lançar, tenta ajudar da melhor maneira possível - disse o goleiro, na saída do gramado. 

Com o apito do árbitro em Itaquera, prontamente Cássio mudou a ficha para falar do próximo jogo, justamente um clássico contra o Palmeiras, marcado para domingo, às 16h, no Pacaembu, pela penúltima rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista. Com a liderança geral concretizada (já são 32 pontos), o Timão sabe que não encontrará facilidades contra um desesperado rival. 

- Vamos com seriedade, jogo difícil, vamos lá para buscar mais três pontos, independente de ser ou não o líder geral do campeonato. É um clássico. A gente sabe que o Palmeiras vem de um momento difícil, o time vem preparado - completou Cássio. 

O Palmeiras, por sua vez, vem de três derrotas seguidas no Paulistão e ocupa a lanterna de seu grupo. Vencer, para o Alviverde, é crucial para manter as chances de classificação à próxima fase e se afastar da zona de rebaixamento. São apenas 15 pontos somados até aqui.