Primeiro treino do Corinthians com o novo técnico Cristóvão Borges

Cristóvão em sua apresentação para o elenco, na última segunda-feira (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Bruno Cassucci
21/06/2016
18:35
São Paulo (SP)

A chegada de Cristóvão Borges ao Corinthians desperta curiosidade nos jogadores do clube. Interessados em saber os métodos de trabalho a forma de se relacionar do treinador, os atletas têm buscado referências sobre o substituto de Tite.

Neste processo, Fagner, Marlone e Marquinhos Gabriel têm tido papel importante. Os dois primeiros trabalharam com Cristóvão no Vasco, na primeira experiência dele como técnico, em 2011. O meia ainda voltaria a ser dirigido pelo técnico no Fluminense, em 2015. Já o camisa 31 teve experiência com o novo comandante nos tempos de Bahia, em 2013.

- O papo de vestiário é que o Cristóvão é um grande cara, um grande treinador também, tem referências positivas desde que a gente ficou sabendo que ele chegaria. É um cara que agrega muito ao grupo, dá muita liberdade ao jogador para que haja esse bem estar que sempre teve no Corinthians. Tudo o que ouvimos dele é bom, que tem uma filosofia boa. A gente espera poder crescer com ele aqui dentro - declarou o volante Bruno Henrique.

Cristóvão tem procurado se ambientar ao Corinthians neste início de trabalho no clube e aproveita o tempo no CT Joaquim Grava para conversar com jogadores e membros da comissão técnica. Nesta terça-feira, ele teve papo reservado no gramado com o atacante Romero e depois com o volante Willians.

Embora evitem comparar Cristóvão com Tite, os jogadores alvinegros têm feito elogios ao novo treinador.

- É pouco tempo para avaliar uma forma, até porque tivemos pouco contato com ele. Mas o Cristóvão é um cara centrado, passou muita confiança para a gente, como o Tite passava. Pelo pouco tempo dá para perceber que é um cara que dá bastante liberdade e esperamos que possa desempenhar o seu melhor aqui no Corinthians - comentou Bruno Henrique.