Edilson, do Corinthians

Lateral treinou nesta sexta-feira e será titular do Timão no domingo (Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

LANCE!
11/03/2016
19:06
São Paulo (SP)

Tite decidiu preservar pelo menos cinco titulares do Corinthians no compromisso deste domingo, às 16h, contra o Botafogo, em Ribeirão Preto. A determinação de poupar Cássio, Fagner, Yago, Bruno Henrique e Lucca foi tomada nesta sexta-feira e anunciada por Walter e Edilson, dois dos substitutos que serão confirmados apenas no treinamento deste sábado, no CT Joaquim Grava. A dupla de reservas concedeu entrevista coletiva e explicou as mudanças que Tite fará no time já pensando na próxima quarta-feira, quando volta a jogar pela Copa Libertadores.

- Eu não sei os outros que vão jogar, sei que são cinco que não jogam: Fagner, Cássio, Lucca, Bruno Henrique, Yago... Quem vai entrar não sei, pois não foi feito um treino específico - disse Edilson, que ainda explicou a importância do compromisso diante do Botafogo-SP pela nona rodada do Paulistão de 2016.

- O professor já adiantou que vai poupar jogadores que vêm desgastados, e eu e Walter vamos ter nossas chances. É uma oportunidade a mais de mostrarmos nosso trabalho, porque sabemos da dificuldade que será. O Paulistão é muito difícil, o Botafogo sempre monta equipes duras, mas estamos em um time grande e temos que pensar em vencer - completou o camisa 2 do Timão.

Outro provável desfalque contra o Botafogo de Ribeirão Preto é o meia Guilherme, que permaneceu na academia do CT Joaquim Grava e não treinou em campo nesta sexta-feira, assim como Fagner e Bruno Henrique. Caso o número 10 do Timão também seja preservado, o Corinthians terá apenas cinco titulares no interior: Felipe, Uendel, Giovanni Augusto, Rodriguinho e André, com o resto da equipe totalmente alterada. Curiosamente, os jogadores preservados neste fim de semana atuaram no mistão que perdeu do Santos domingo, pelo Paulista.

O Corinthians vem de duas derrotas, para Santos e Cerro Porteño, e tenta retomar o caminho das vitórias neste domingo. A equipe é líder do Grupo D do Estadual com quatro pontos a mais que o Red Bull Brasil e líder da classificação geral com dois a mais que o Santos. Na Libertadores, o Timão tem um ponto a menos que o Cerro Porteño e está em segundo no Grupo 8. Para os próximos compromissos, a missão é reverter o quadro.

- Uma hora acaba acontecendo a derrota, mas temos que procurar jogar bem. É aprender, crescer com derrotas e críticas... Faz parte. Você acaba pensando um pouco na quarta-feira, é um jogo que nos atrai um pouco mais, a Libertadores é um grande campeonato. Como estamos fora, estamos trabalhando firme, e o Tite falou com a gente hoje para mudar a chavinha e tentar vencer para classificar o quanto antes - disse Walter, que fará sua estreia em jogos oficiais neste domingo.