Jô - Atacante Ex-Corithians, pode retornar

Jô passou por exames cardiológicos na última quarta-feira (Foto: Guilherme Amaro/Lance)

Guilherme Amaro
27/10/2016
07:00
São Paulo (SP)

O atacante Jô se diz ansioso para voltar a ser comandado pelo técnico Oswaldo de Oliveira, com quem trabalhou em sua primeira passagem pelo Corinthians. Hoje, aos 29 anos, o jogador destacou as características do treinador e o chamou de "paizão". Eles estiveram juntos no Timão em 2004.

– Ainda não tive a oportunidade de falar com ele, mas é um treinador que estou bem ansioso para reencontrar. O ponto forte dele é a questão de grupo, que prioriza muito a união, é um cara que está sempre conversando, se expressa muito bem e deixa bem explicado a maneira de trabalhar. Isso é pelo menos o que eu lembro. É como se fosse um pai chamando o filho para conversar. Na época, ele era conhecido como um paizão – disse o atacante.

Jô ainda lembrou de uma "profecia" do técnico em 2012. Na ocasião, o jogador defendia o Internacional e enfrentou o Botafogo, comandado por Oswaldo. Após a partida, o treinador disse que eles voltariam a trabalhar juntos.

- Curiosamente, quando eu estava saindo do Inter e indo para o Atlético-MG, enfrentei o Botafogo. Ele falou que um dia a gente ia voltar a trabalhar no mesmo clube. São palavras que eu não esqueço, e está bem próximo de acontecer de novo. Ele é um cara fantástico - afirmou.

Jô finalizou na quarta-feira a última bateria de exames cardiológicos e deve ser anunciado pelo Corinthians nos próximos dias. Sem clube desde julho, quando rescindiu com o Jiangsu Suning (CHN), o atacante já começará a treinar com o elenco corintiano nesta temporada. O contrato dele vai até o fim de 2019.

O atacante voltará ao Corinthians 11 anos depois da primeira passagem, que durou entre 2003 e 2005. No período, ele disputou 115 jogos e marcou 18 gols. Jô foi o jogador mais jovem a estrear pelo profissional do Timão, com 16 anos e três meses, e também o mais jovem a marcar um gol pelo clube.