Gabriel Carneiro
21/05/2016
12:07
São Paulo (SP)

Tite encerrou a preparação do Corinthians para enfrentar o Vitória neste domingo, em Salvador, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, com um exigente trabalho tático no CT Joaquim Grava. Antes desta atividade em que orientou e ensaiou as jogadas, porém, o treinador acompanhou um animado rachão com todo o grupo. Até Camacho, meio-campista contratado do Osasco Audax e que será anunciado na próxima semana, participou da atividade e já começou bem, pois seu time foi o vencedor da manhã de sábado.

O treinamento recreativo não é algo muito comum na rotina do Corinthians, mas a semana livre de jogos permitiu à comissão técnica programar cerca de meia hora para esta atividade. Entre tantas brincadeiras, chamaram atenção as "cobranças" de André em Marlone, as "críticas" ao poder de fogo de Balbuena e Felipe, que atuam no rachão como atacantes, e principalmente as cornetadas à atuação do "árbitro" Cléber Xavier, auxiliar do Tite. Até o goleiro Cássio, que perdeu posição no treino da última sexta-feira, brincou com uma rajada de fogos de artifício em algum lugar próximo do CT - "Será que é invasão?" - e tirou onda com os companheiros, especialmente Uendel.

Apesar da semana conturbada após o quarto empate seguido na temporada, o clima é bom no Corinthians. Logo após o animado rachão, o técnico Tite realizou seu já tradicional treino fantasma, apenas com titulares em campo. Na escalação, nenhuma surpresa em relação ao que foi treinado durante a semana: Fagner, Felipe, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique; Marquinhos Gabriel, Elias, Guilherme e Giovanni Augusto; André. A única novidade foi no gol: nem Walter e nem Cássio. Durante o treino tático, o goleiro do time titular foi o jovem Zé Guilherme, do sub-20, mas isso não significa que ele jogará ou sequer será relacionado. Walter é quem começa.

Treino do Corinthians
Walter será titular neste domingo (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Tite orientou seu time titular a todo momento, especialmente em jogadas de contra-ataque e construções ofensivas, ajustando posicionamento dos laterais e pontas e exigindo a chegada de trás de Bruno Henrique e Elias como elementos surpresa. Guilherme, que volta ao time após três partidas, desempenha agora uma função mais ofensiva, ainda que a formação tática se mantenha o 4-1-4-1. O camisa 10 atua próximo de André, como um segundo atacante, já que Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto têm melhor condição de recomposição.

O Corinthians viaja para Salvador no fim da tarde deste sábado e já inicia concentração à noite. A partida contra o Vitória será às 16h deste domingo, no Barradão.