Bruno Cassucci
17/12/2016
06:45
São Paulo (SP)

A troca de técnico atrasou um pouco do planejamento do Corinthians para 2017, principalmente a busca por reforços. Contudo, a diretoria alvinegra não teme levar “chapéus” de outros clubes e ter dificuldades para contratar. Quem afirma é Flávio Adauto, diretor de futebol do Timão.

Segundo ele, a diretoria alvinegra confia no poder de convencimento que tem e também na visibilidade oferecida pelo clube.

– Se perdermos jogadores? O azar é deles. Pode parecer prepotência, mas o Corinthians segue sendo a maior vitrine do futebol brasileiro – destacou o cartola, que lembrou de Ralf, Paulinho e outros atletas que chegaram ao Timão pouco badalados e depois ganharam notoriedade no Brasil e no mundo.

– Mesmo sem a Libertadores, todos querem jogar aqui – completou.

Adauto demonstrou confiança em negociações que já estão em andamento e disse que reforços podem ser anunciados até o fim da próxima semana. Um deles é Rithely, volante do Sport. O clube também busca dois zagueiros, um meia e um atacante.

Até o momento, o Corinthians já acertou duas contratações para 2017, os atacantes Jô (estava livre) e Luidy (destaque do CRB-AL).

No início desta semana Flávio Adauto afirmou que o Timão buscará reforços de peso, mas não citou nomes. Ao LANCE!, ele também frisou que a previsão orçamentária de investir R$ 13 milhões em reforços (veja mais ao lado), é só uma estimativa e não precisa ser seguida à risca.