LANCE!
04/02/2017
20:02
São Paulo (SP)

O diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto, detonou o início da negociação com o atacante Didier Drogba. Após as conversas, o jogador recusou a oferta alvinegra para focar em outros projetos. O Timão agradeceu ao marfinense e agora tem a ideia de fazer uma parceria além do futebol com a Fundação Drogba, que presta assistência no que diz respeito à saúde, educação e infância na Costa do Marfim, em projetos no Brasil.

- Se lembrarem lá atrás, em que eu dizia que ele não viria, eu tinha uma convicção, e essa convicção foi confirmada. Depois de quase 20 dias de conversas, disseram que o departamento de futebol rachou com marketing e essas coisas. Foi uma ação inicial do marketing, fomos consultados, mas em nenhum momento tive entusiasmo com a vinda dele, porque foi equivocado desde o começo e terminou de uma forma que eu já esperava. Gostaria até que viesse. Ano que vem tem que ter pés nos chãos e ser profissional. E foi muito amador o início dessa negociação. Ficaria felicíssimo se ele chegasse, mas não acreditava. Uma convicção pessoal se confirmou - detonou Flávio Adauto, em entrevista após a vitória do Corinthians sobre o São Bento.

A primeira vez em que o nome de Drogba foi ligado ao Corinthians foi no dia 12 de janeiro de 2017. Na ocasião, diversos portais, emissoras de televisão e rádio publicaram o interesse do Timão no marfinense a partir de um projeto elaborado pelo departamento de marketing do clube, que mostrou otimismo em realizar parcerias que pudessem viabilizar a grande contratação.

Gustavo Herbetta, ex-superintendente de marketing do Corinthians, foi escolhido para viajar à Europa como um emissário do clube. Além dele, outros representantes intermediaram as conversas antes de acontecer o contato direto entre o presidente do Timão, Roberto de Andrade, com Drogba.

O Corinthians ofereceu um contrato por uma temporada ao custo de R$ 5,5 milhões, além de bônus por metas alcançadas, carro blindado, tradutor e um apartamento em São Paulo. Após cerca de 20 dias de negociações, Drogba recusou a oferta.