Alan Mineiro, do Corinthians

Meia participou de evento de patrocinadora nesta quinta-feira, em São Paulo (Foto: Ana Canhedo)

Ana Canhedo
03/03/2016
14:54
São Paulo (SP)

Primeiro dos dez reforços anunciados pelo Corinthians para 2016, o meio-campista Alan Mineiro é um dos poucos que ainda não estreou em jogos oficiais pelo clube. Apesar de ter atuado oito minutos no amistoso contra o Fort Lauderdale Strikers, dos Estados Unidos, ainda na pré-temporada, o jogador de 28 anos foi criticado por Tite por estar "muito abaixo em termos físicos", e acabou sendo um dos últimos nomes inscritos pelo clube no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores.

Já relacionado para três compromissos do Estadual, o meio-campista vê sua estreia cada vez mais próxima de se tornar realidade, e tudo graças à uma dieta a que se submeteu nas últimas semanas.

- Encarei as palavras do Tite como um desafio para mim. Independente da imprensa ter falado que cheguei 5kg, 6kg acima do peso, não foi isso, mas procurei trabalhar, esquecer isso, dar meu melhor, porque sabia que só conseguiria reverter isso se conseguisse treinar, jogar e mostrar resultado. Eu estava com 83kg, três acima. Estava acostumado com time pequeno, não tem tanta suplementação e exigência quanto time grande, e eu já estava acostumado a jogar com esse peso. Cheguei com o peso que estava jogando, mas a nível de Corinthians isso era um pouco demais. Entrei em uma dieta com a nutricionista do clube e já melhorei bastante, voltei aos 80kg - explicou Alan Mineiro, antes de reforçar que não estava tão acima do peso quanto havia sido mencionado na ocasião de sua chegada ao clube.

- Nem foi tanto assim, a imprensa às vezes exagera. Mas faz parte. O que faltava era perder o peso, porque tecnicamente tenho evoluído, já fui relacionado para alguns jogos e creio que está perto minha chance. O Tite sempre conversa comigo, disse que minha oportunidade está para chegar - revelou, durante evento de sua patrocinadora em São Paulo.

Aos 28 anos, Alan Mineiro foi contratado pelo Corinthians do Bragantino, equipe em que se destacou na Série B do Brasileirão emprestado pela Ferroviária, que em 2015 subiu para a elite do Campeonato Paulista e hoje é uma das grandes surpresas da Primeira Divisão. Hoje, o meio-campista tem contrato com o Timão até o fim de 2018, sendo seus direitos econômicos divididos entre o próprio clube, a Ferroviária (20%) e seus empresários (10%).

Junto com Alan, o Timão trouxe o lateral Moisés e o goleiro Douglas, mas o primeiro foi repassado ao Bahia até o fim do Estadual e o outro treina no CT Joaquim Grava à espera de um clube interessado e sem inscrição em nenhum dos torneios do primeiro semestre.

Relacionado contra Oeste, São Bento e Ferroviária, Alan Mineiro se vê como concorrente de Giovanni Augusto e Guilherme entre os atuais titulares, e promete buscar espaço na reconstrução do Corinthians em 2016.

- Desde que vim para um time grande sabia que a concorrência seria grande, então estou dando meu máximo, independente dos jogadores terem ou não nome. As saídas (de Jadson e Renato Augusto) favoreceram a gente, mas eles poderiam passar experiência, o time ficaria mais forte. Mas foi bom, porque abriu espaço para mim, Giovanni Augusto, Guilherme, e quem estiver melhor o Tite vai escolher - completou.