Bruno Cassucci
06/12/2016
18:34
São Paulo (SP)

O Corinthians definiu que fará quatro diferentes homenagens às vítimas do acidente com o avião da Chapecoense neste domingo, em partida contra o Cruzeiro, no Mineirão. Usar uniforme de cor verde, porém, não será uma delas. A possibilidade, muito debatida nos últimos dias entre torcedores, jornalistas e até jogadores, foi cogitada internamente, mas a diretoria do Timão declinou.

O tema despertou polêmica por conta da rivalidade com o Palmeiras, que tem as mesmas cores que a Chape. No Timão o verde é proibido até mesmo em chuteiras, luvas e outros acessórios dos atletas.

- Não vamos ferir as tradições do clube. Queremos ser solidários e homenagear a Chapecoense sem criar uma celeuma interna. Recebemos diversas mensagens sobre isso, favoráveis e contrárias, mas não nos ativemos a isso. O mais importante é que pretendemos fazer ações que gerem benefício direto a eles e da forma como o a diretoria do clube catarinense achar melhor - explicou o superintendente de marketing corintiano, Gustavo Herbetta, em entrevista ao LANCE!.

O estatuto corintiano não proíbe a utilização de qualquer cor. Contudo, há restrição quanto a utilização do escudo de uma outra equipe na camisa. Também foi discutido entre os clubes da Série A a utilização nesta rodada dos uniformes de mandante e visitante da Chape, mas a ideia não foi adiante.

Não está descartado, entretanto, que haja algum detalhe em verde no uniforme alvinegro. Uma das ações a serem realizadas no domingo é a substituição do logotipo da Caixa, patrocinadora master do Corinthians, por algum "anúncio" da Chapecoense. A tendência é que seja exibido no espaço uma propaganda do programa de sócios do clube catarinense.

- Esperamos gerar receita desta forma e, assim, colaborar diretamente para a reconstrução do clube. Temos outras formas de ajudar, como emprestar jogadores. Mas qualquer coisa só será realizada com o aval deles. Se não quiserem, não faremos - destacou Herbetta.

As outras três medidas que serão adotadas pelo Corinthians no domingo serão:

- Protocolo especial da CBF, com minuto de silêncio com jogadores no círculo central, bandeiras da Colômbia, do Brasil e do clube catarinense no campo, entre outras.
- Mensagem na camisa, em acordo articulado com os outros 17 times que participarão da rodada. Devem ser exibidos trechos do hino da Chape.
- Homenagem aos profissionais de imprensa vitimados na tragédia (detalhes ainda serão definidos).