Rildo

Rildo deixou o treinamento desta segunda-feira com dores e chorando no carrinho (Foto: Agência Corinthians)

LANCE!
20/04/2016
06:30
São Paulo (SP)

Horas após o treinamento do Corinthians desta terça-feira, o lateral direito Edilson usou as redes sociais para pedir desculpas ao atacante Rildo em razão de uma entrada que lesionou o companheiro no CT Joaquim Grava. Ainda nos primeiros minutos de um coletivo orientado por Tite, o reserva de Fagner deu um carrinho que causou torção no tornozelo esquerdo de Rildo.

Com longo histórico de lesões, inclusive uma recente no mesmo local, Rildo gritou de dor e foi atendido no mesmo momento, tendo deixado o campo de jogo no carrinho da maca, chorando. Responsável pela entrada dura, Edilson usou as redes sociais para pedir desculpas ao companheiro de Timão.

"Ainda muito triste por ter, mesmo sem querer, machucado o companheiro e amigo Rildo. Já o fiz pessoalmente, mas gostaria de me desculpar com ele publicamente. Perante a todos, quero manifestar meu desejo de pronta recuperação ao Rildo e deixar claro que não tive a menor intenção de machucar meu companheiro de equipe e, acima de tudo, profissão", escreveu Edilson, que chegou ao Timão na mesma época que Rildo, no início da última temporada.

Em entrevista coletiva concedida pouco após o treinamento em que ocorreu o lance, o técnico Tite defendeu Edilson. Conhecido pelo hábito de orientar os jogadores a não usarem caneleira nos treinamentos e defensor do fair-play, o treinador do Corinthians disse que lesões são um risco que se corre quando há intensidade nas atividades de treino.

- Intensidade é o que a gente coloca. Intenso é ser competitivo quando se está sem a bola, que foi o lance do Edilson com o Rildo. É inevitável o risco acontecer. Muito pior é não ter o ritmo de competição. Sentimos, especialmente por ser o Rildo, que têm tido problemas constantes. Mas esperamos contar com ele logo, para estar de volta já no próximo jogo - disse o técnico do Corinthians.

Rildo fará uma bateria de exames nesta quarta-feira para conhecer a gravidade de sua lesão no tornozelo esquerdo. Já Edilson será titular no lugar do suspenso Fagner no compromisso diante do Cobresal (CHI), às 21h45, na Arena Corinthians, pela Libertadores.