Gabriel Carneiro
08/07/2016
12:15
São Paulo (SP)

Cristóvão Borges está ansioso para contar com Alexandre Pato, mas decidiu não estabelecer uma data para o atacante de 26 anos ficar à sua disposição. De volta de empréstimo do Chelsea (ING), Pato se reapresentou ao CT Joaquim Grava na última terça-feira e teve duas conversas particulares com o treinador, sendo a última nesta sexta, após o fim do treinamento dos jogadores que serão titulares na partida de sábado, contra a Chapecoense, fora de casa. Apesar de o jogador ter mostrado disposição para defender o Corinthians em seus últimos seis meses de contrato, ele estava inativo há 40 dias e ainda não atuará.

- Não tem data exata, a data exata vai ser quando ele estiver em forma. Ele está há um tempo parado, existe necessidade de planejar treinamentos e estamos fazendo isso. Agora é esperar ele entrar em forma, participar com todos do grupo e estar apto a jogar. Faltam uns dias, ele ainda vai treinar bastante para jogar, pelo tempo que ficou parado. Mas ele está bastante motivado, me disse para contar com ele e está com vontade de jogar. Quando ele estiver pronto vai participar conosco - esclareceu o treinador corintiano.

Jogador do Corinthians desde 2013, quando foi comprado do Milan (ITA) por R$ 40 milhões, Alexandre Pato foi emprestado pelo clube duas vezes, a São Paulo e Chelsea (ING). Seu contrato no clube inglês terminou no último dia 30, mas ainda restam seis meses de vínculo a cumprir no Corinthians. A diretoria deu aval para o jogador ser utilizado enquanto o clube não recebe nenhuma proposta, mas Cristóvão queria uma conversa com o atacante para saber sua disposição de ajudar o Corinthians no Brasileirão e na Copa do Brasil. No comando do Timão há menos de um mês, Cristóvão gostou do que ouviu.

Assim, nas próximas semanas, caso o Corinthians não receba nenhuma oferta - a Lazio, da Itália, tem interesse, mas não formalizou proposta -, Pato segue à disposição e irá se condicionar fisicamente para defender seu clube. E nem as possíveis reações negativas da torcida pesam contra.

- Ele tem noção de tudo que o rodeia, e conversamos um pouco sobre torcida também. Essas coisas todas são resolvidas dentro do campo, e como ele é um jogador altamente talentoso vamos ajudá-lo a resolver. O que queremos é ver o Corinthians na frente e ganhando. Em isso acontecendo ele pode dar uma contribuição muito grande e as coisas seguem, e seguem bem - disse Cristóvão, antes de explicar o conteúdo de seu papo com Alexandre Pato.

- A gente não tem tido muito tempo para conversar, e eu só tive conversa na chegada dele. Hoje (sexta-feira) aproveitamos para bater um papo de treinamentos, preparação, como ele está se sentindo, o que ele acha. Ele está bastante motivado, com muita vontade, e isso nos deixa contentes.

Segundo o treinador, ainda, não há definição do setor do campo em que Pato pode atuar. "Depende da nossa necessidade", explicou Cristóvão.