Olga Bagatini
22/11/2016
17:56
São Paulo (SP)

De ânimo renovado após a vitória por 1 a 0 sobre o Internacional, o Corinthians se reapresentou na tarde desta terça-feira no CT Joaquim Grava. Postulante a uma vaga na Libertadores, o time já voltou as atenções para o jogo contra o Atlético-PR, no próximo sábado, às 21h (de Brasília), em Itaquera. 

Guilherme, cortado pelo técnico Oswaldo de Oliveira às vésperas da partida contra o time gaúcho, treinou com os demais atletas que não atuaram os 90 minutos na segunda. O meia está praticamente recuperado de uma lesão no músculo adutor da coxa direita, mas sentiu um desconforto e foi preservado pela comissão técnica. Ele deve atuar contra o Furacão no próximo fim de semana.

Também participaram da atividade o meia Rodriguinho e o atacante Lucca, que cumpriram suspensão contra o Inter por acúmulo de amarelos, além do meia Giovanni Augusto, suspenso após ser expulso contra o Figueirense. Observados pelo Oswaldo, os auxiliares comandaram um treino técnico em campo reduzido, com intuito de aprimorar a posse de bola. 

Marlone, em alta com o treinador pela indicação ao Prêmio Puskás e por ter feito o gol da vitória alvinegra sobre o Inter, ficou na parte interna do CT com os demais titulares. Porém, Oswaldo já adiantou que ele deve ser titular contra o Atlético-PR. Desse modo, Oswaldo terá de quebrar a cabeça para decidir quem deixará a equipe para dar lugar jogador. O treinador começará a resolver o impasse nesta quarta, quando o Timão volta a treinar no CT Joaquim Grava. 

Focado na busca por uma vaga na próxima edição do torneio continental, o Corinthians vê o jogo contra o Atlético-PR como "decisão" no Brasileirão. Atualmente, o time alvinegro está em sétimo lugar, com 54 pontos conquistados, enquanto os paranaenses figuram em quinto, com 55 pontos. O triunfo colocará a equipe na zona de classificação a uma rodada do fim da disputa.