Gabriel Carneiro
07/01/2017
18:00
São Paulo (SP)

O Corinthians já anunciou os atacantes Jô, Luidy e Kazim, tem tudo acertado para assinar com o volante Paulo Roberto e corre atrás de novas contratações antes da reapresentação do elenco, na próxima quarta-feira. Nos últimos dias, a diretoria deu passos importantes em busca de alguns nomes, mas também encontrou barreiras que podem atrapalhar a concretização das negociações. Veja a seguir os entraves e o andamento de três tratativas que o Timão definiu como prioritárias nos últimos dias.

Pablo, do Bordeaux (FRA)

Uma reunião na tarde da última sexta-feira encaminhou acordo do Corinthians com o zagueiro de 25 anos, que seria contratado por empréstimo de uma temporada do clube francês. O Bordeaux não tem utilizado Pablo nesta temporada e, como tem contrato até 2020, não se opõe à saída imediada. A única pendência da negociação até o momento é a condição salarial de Pablo, como noticiou inicialmente o "Globoesporte.com". Ainda há uma diferença considerável entre o que o Corinthians deseja pagar e o que o jogador recebe na Europa.

Uma nova reunião será realizada na próxima semana para definir a pendência salarial, mas a tendência é que Pablo aceite uma redução, já que é monitorado há três anos pelo Corinthians e deseja defender o clube em 2017. O jogador até postou uma mensagem no Facebook falando em "pensamento positivo" e agradecendo as mensagens de carinho dos torcedores do Corinthians.

Gabriel, ex-Palmeiras

Volante virou alvo prioritário do Corinthians graças ao insucesso da negociação por Rithely, do Sport. O Palmeiras, clube que Gabriel defendeu nas duas últimas temporadas, desistiu de manter o jogador em 2017 e abriu caminho para outros clubes interessados. O Timão intensificou negociações, se animou, mas vê dura concorrência nas conversas: os representantes do volante viajaram neste fim de semana à Itália, onde conversarão com dirigentes do Genoa sobre Gabriel. Além dos italianos, o Atlético-MG também está de olho.

Como informou o LANCE!, o Corinthians está disposto a comprar 50% dos direitos econômicos de Gabriel por R$ 6,7 milhões, mas agora aguarda o retorno dos empresários da viagem à Itália.

Willian Pottker, da Ponte Preta

Uma reunião na última quinta-feira deixou o artilheiro do Brasileirão do ano passado mais próximo do Parque São Jorge, mas ainda restam detalhes importantes para a negociação se tornar animadora para os dirigentes do Corinthians. Uma oferta de cerca de R$ 7 milhões será entregue à Ponte Preta por 50% dos direitos econômicos do jogador de 23 anos. Além de ainda não ter uma definição da Macaca, o Timão ainda precisa esperar o presidente Roberto de Andrade voltar de férias dos Estados Unidos para bater o martelo sobre a oferta.

O retorno do mandatário está previsto para entre segunda e terça-feira, quando serão intensificadas as conversas por Pottker. Além do Corinthians, o Botafogo e um clube chinês que já teve até oferta recusada pelo time de Campinas também estão no páreo.