Gabriel Carneiro
22/08/2016
06:30
São Paulo (SP)

Depois de liberar Luciano por empréstimo de um ano ao Leganés, da Espanha, o Corinthians ainda pode perder mais dois jogadores até o fim de agosto, quando se encerra o período de contratações do futebol europeu. Alvos do Sporting (POR) e do Palermo (ITA), o atacante André e o volante Bruno Henrique podem estar próximos do adeus, porém ambos vivem realidades opostas no Timão.

O atacante foi contratado no início do ano, marcou apenas seis gols em 29 partidas e se tornou reserva sob o comando de Cristóvão Borges. Seria assim também contra o Vitória, nesta segunda-feira, porém ele foi cortado da partida após sua negociação avançar. Já Bruno Henrique foi titular em toda temporada e é uma das poucas unanimidades de 2016, tanto com Tite quanto agora, já com o novo treinador, que realizou sua estreia pelo Corinthians há dois meses.

Bruno Henrique tem chances de oficializar sua saída do Corinthians em breve. Depois de recusar uma proposta do Torino (ITA) há duas semanas, o clube brasileiro tomou conhecimento de que já há um acerto entre o jogador e o Palermo, também da Itália. A oferta, com valores próximos da multa rescisória de 4 milhões de euros (R$ 14,5 milhões, aproximadamente), dificilmente será rejeitada, já que o jogador manifestou interesse em ser negociado e, enfim, deverá haver acerto na parte financeira.

O Corinthians já arrecadou R$ 107,5 milhões com vendas de jogadores nesta temporada:  Alexandre Pato por R$ 11 milhões, Gil por R$ 34,2 milhões, Felipe por R$ 24 milhões, Malcom por R$ 5 milhões, Jadson por R$ 6,5 milhões, Renato Augusto por R$ 17,5 milhões, Ralf por R$ 4,5 milhões e Vagner Love por R$ 5 milhões. André e Bruno Henrique podem ser os próximos.