LANCE!
28/03/2017
15:20
São Paulo (SP)

Apresentado nesta terça-feira, o atacante Clayton se diz preparado para o desafio no Corinthians. Ele chega por empréstimo até o fim desta temporada do Atlético-MG e tem valor de compra fixado, segundo confirmou o diretor de futebol do Timão, Flávio Adauto, que entregou a camisa ainda sem número ao novo reforço. A negociação envolveu a ida de Marlone ao Galo pelo mesmo período.

- Estou preparado, treinando normalmente, não fui utilizado no Atlético-MG por opção, mas não deixei de treinar em momento algum. Vou estar á disposição já. Sempre vou dar o máximo para ficar à disposição, e espero não ter qualquer lesão até o fim do ano - afirmou Clayton, que será inscrito para os mata-matas do Paulistão e pode estrear nas quartas de final, no próximo domingo.

Clayton era desejo antigo do Corinthians. Depois de se destacar no Figueirense em 2015, ele recebeu uma oferta do Timão de 3 milhões de euros (R$ 13,4 milhões na cotação da época) por 50% dos direitos econômicos. O clube catarinense, no entanto, optou por aceitar a proposta do Galo. Agora, o atacante destaca a experiência acumulada em 2016, apesar de não ter conseguido se firmar em Minas Gerais.

- Olha, para te falar a verdade é muito complicado quando você tem 20 anos e é muito disputado. Essa parte não dependia só de mim, mas é só um que a gente pode escolher. A vida acontece do jeito que tem que acontecer. Estou preparado para esse momento. Estou mais preparado hoje do que há um ano pela experiência, e esse é o momento certo de eu vestir essa camisa - disse.

Ainda na negociação do fim de 2015, Biro, pai do jogador, aconselhou o filho a acertar com o Corinthians. Clayton, no entanto, não pôde acatar ao desejo na époda, mas agora quer dar alegrias ao pai corintiano.

- Meu pai ficou muito feliz, ele tinha uma opinião e acabou não acontecendo. De primeiro momento acabei não vindo, mas hoje estou aqui, feliz por esse momento. Meu pai ficou muito feliz, quase chorou, e espero corresponder a todas as expectativas dele - declarou.

Aos 21 anos, destro e com 1,73m, Clayton é natural do Rio de Janeiro e foi revelado no Figueirense e depois se transferiu para o Atlético-MG. Ele passou pela Seleção Brasileira Sub-23, sendo vice-artilheiro nos Jogos Pan-Americanos, com quatro gols em cinco jogos na conquista do bronze.