Walter e Danilo

Walter e Danilo serão algumas das novidades do Corinthians na Arena, neste domingo (Foto: Agência Corinthians)

Gabriel Carneiro
09/04/2016
10:50
São Paulo (SP)

O Corinthians terá cinco jogadores considerados reservas na última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista, neste domingo, contra o Novorizontino, na Arena. Além do zagueiro Felipe, que está suspenso, o técnico Tite não escalará Giovanni Augusto, Lucca e André por razões físicas e também o goleiro Cássio, que foi liberado pela comissão técnica para resolver problemas particulares no Rio Grande do Sul - a avó do goleiro está em tratamento médico na cidade de Caxias do Sul e o jogador pediu liberação para prestar assistência à família.

Walter; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique; Danilo, Elias, Guilherme e Romero; Luciano foi a escalação testada por Tite no treinamento deste sábado, a única atividade anterior à partida da rodada final do Paulistão. Sem Cássio, Felipe, Giovanni Augusto, Lucca e André - além de Rodriguinho, ainda em tratamento de lesão -, os jogadores que ganharam chance foram os seguintes: Walter, Balbuena, Danilo (treinou pela direita), Romero (treinou pela esquerda) e Luciano (testado como centroavante).

O Corinthians entrou em campo na última quarta-feira e empatou em 1 a 1 com o Santa Fe (COL), resultado que encaminhou a classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores. Neste domingo, a equipe encerra participação na primeira fase do Campeonato Paulista contra o Novorizontino, às 16h. Esta partida, porém, não tem tanta importância em termos de classificação: o Timão garantiu vaga nas quartas, contra o Red Bull Brasil, com quatro rodadas de antecedência, e já se estabeleceu até como primeiro colocado geral desta primeira fase.

Neste sábado, Tite realizou um trabalho tático no CT Joaquim Grava, definiu a escalação e trabalhou para aprimorar bolas paradas defensivas e ofensivas. No campo anexo, os jogadores que ficarão no banco de reservas realizaram uma atividade técnica em campo reduzido, além de um treinamento de cobranças de pênalti, fundamento que tem sido problema nos últimos jogos.