Grêmio x Corinthians

Cássio sofreu três gols no duelo do Timão válido pela 20ª rodada do BR-16 (Foto:Jeferson Guareze/AGIF/Lancepress!)

LANCE!
14/08/2016
15:52
Porto Alegre (RS)

Apesar das boas defesas no primeiro tempo, o goleiro Cássio deixou o gramado da Arena do Grêmio marcado pelo lance do terceiro e último gol da vitória, quando espalmou uma finalização de Pedro Rocha nos pés de Bolaños, que anotou o tento dos 3 a 0 pela primeira rodada do segundo turno do Campeonato Brasileiro. O camisa 12 do Corinthians, porém, não acredita ter falhado neste lance, e atribuiu a liberdade de Bolaños na área ao mau posicionamento da defesa alvinegra.

- No terceiro gol saí abafando o jogador e a bola espirrou e acabou sobrando. O pessoal não acompanhou, e eu tentei fazer uma cobertura que não é minha. Daí acabamos tomando o gol - relatou o goleiro do Corinthians após a partida, e antes de completar o raciocínio com críticas à desorganização da equipe em Porto Alegre.

- Fazia tempo que não tinha um jogo com tantas bolas como hoje (domingo), porque demos espaço e eles têm jogadores de qualidade, como o Douglas, que desloca a marcação. A gente acabou tomando gol e sentindo, tomamos pressão. Tem momentos em que você toma gol e não senta, se organiza, aí quer atacar e toma mais. Não conseguimos acompanhar o ritmo e fomos derrotados - disse Cássio, ao comentar o jejum de três partidas sem vencer.

Diante do Grêmio, Cássio completou um turno desde que o técnico Tite decidiu que ele seria reserva de Walter. Neste período, o camisa 12 recuperou o espaço, viu o então titular se lesionar, Tite sair para a Seleção Brasileira e Cristóvão Borges ser anunciado. Com o novo técnico, Cássio virou titular outra vez e homem de confiança, tanto que chegou a ser capitão em um dos 11 jogos sob o novo comando.

O Corinthians terá chance de apagar a sequência negativa no dia 22, quando recebe o Vitória em Itaquera, pela 21ª rodada do Brasileirão.