Gabriel Carneiro e Rodrigo Vessoni
29/09/2016
18:28
São Paulo (SP)

O elenco do Corinthians se reapresentou ao CT Joaquim Grava na tarde desta quinta-feira e já trocou o chip da Copa do Brasil, torneio em que abriu as quartas de final vencendo o Cruzeiro por 2 a 1, pelo do Campeonato Brasileiro, em que visita o Botafogo no próximo sábado, às 16h30, para voltar à caçada pelo G4 da competição. Os titulares do duelo de quarta permaneceram na academia em trabalho regenerativo e só os reservas treinaram no gramado. Alguns deles, aliás, disputam posição e podem começar jogando no fim de semana, já que o técnico Fabio Carille tem ao menos sete desfalques para o jogo.

Lesionados, Cássio, Uendel, Vilson e Guilherme não devem ficar à disposição contra o Botafogo, da mesma forma que Bruno Paulo, que ainda trata uma lombalgia e fez só parte do treino em campo nesta quinta-feira. Além destas cinco baixas, Carille também lamenta duas suspensões no mesmo setor do campo, que é o meio: ele não terá Rodriguinho e Giovanni Augusto no sábado.

Carille avalia alternativas para os lugares dos dois suspensos. A vaga de Rodriguinho deve ficar com Willians, que foi seu substituto no segundo tempo da vitória sobre o Cruzeiro e tem sido bem avaliado pela comissão técnica - apesar das hostilidades por parte da torcida. A maior dúvida é no lugar de Giovanni Augusto e depende da postura que o Corinthians adotará no Rio de Janeiro: se a ideia for um jogo mais cadenciado e até certo ponto defensivista, Marciel é favorito. Em caso de decisão por não alterar o comportamento dos três últimos jogos, a tendência é que Marquinhos Gabriel jogue mais centralizado e Lucca seja acionado.

Assim, a provável escalação é: Walter; Fagner, Yago, Balbuena e Guilherme Arana; Willians; Lucca (Marciel), Marquinhos Gabriel, Camacho e Marlone; Romero.

Carille e o auxiliar Fernando Lázaro definirão a equipe apenas nesta sexta-feira, quando o time treina pela manhã e o treinador deve conceder entrevista coletiva. A viagem ao Rio de Janeiro é logo na sequência. Nesta quinta o grupo realizou apenas um treino técnico dos reservas e jogadores da base em integração. A atividade foi disputada em ritmo forte, com divididas, chegadas firmes e até atendimento médico para Lucca após dividida.