Tite e Fabio Carille trabalharam mais de cinco anos juntos no Corinthians

Carille trabalhou durante anos com Tite no Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Divulgação)

Guilherme Amaro e Marcio Porto
24/11/2017
12:37
São Paulo (SP)

Após ser campeão brasileiro, o técnico Fábio Carille disse que ainda tinha mais objetivo nesta temporada, mas que iria revelar depois. Nesta sexta-feira, o treinador contou qual é: ganhar de Tite em jogo beneficente que acontecerá em Chapecó, dia 22 de dezembro.

A partida, que será realizada na Arena Condá, ajudará familiares das vítimas da tragédia com o voo da Chapecoense no fim do ano passado. Morreram 71 pessoas no acidente. O jogo beneficente está sendo organizado pela Abravic (Associação Brasileira das Vítimas do Acidente com a Chapecoense).

- Claro que vou partir para uma brincadeira, mas em cima de algo sério. Me senti honrado antes do jogo contra o Fluminense (do título) para ser escolhido para participar de um jogo beneficente em Chapecó. A Abravic, associação que está ajudando o pessoal lá, tem o Tinga, ex-volante que trabalha no Cruzeiro, é um dos que está atrás. Fui o escolhido para ser técnico de um time, e o Tite do outro. Não posso perder para o Tite. Será uma festa muito bonita que a Abravic está organizando. Me senti muito honrado, foi feita uma votação, e fui escolhido. Meu objetivo é não perder para o Tite. E que seja uma festa bonita e que a gente atinja o objetivo de ajudar as famílias - afirmou Carille, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

- Não posso perder, senão vou escutar muito. Vou levar a sério esse jogo, fazer preleção, concentrar... Não quero nem saber - acrescentou o treinador, aos risos na sala de imprensa do CT Joaquim Grava.

Desde que assumiu o Corinthians, Carille nunca escondeu que se inspirava em Tite. O técnico do Corinthians foi auxiliar do atual treinador da Seleção Brasileira em 2010, 2011, 2012, 2013, 2015 e 2016. Os dois costumam se falar por mensagens via celular constantemente.