Gabriel Carneiro e Guilherme Amaro
19/10/2017
00:25
São Paulo (SP)

Após criticar a atuação do Corinthians na derrota por 2 a 0 para o Bahia, o técnico Fábio Carille voltou a sair de campo satisfeito com o desempenho de sua equipe. Mesmo com o empate sem gols com o Grêmio, o treinador elogiou a atuação do Timão na partida desta quarta-feira, válida pela 29ª rodada do Brasileirão.

- Eu sei que você analisam resultado, mas eu analiso desempenho. Em relação aos outros jogos, eu gostei. O time querendo, brigando... O próximo passo é manter isso e buscar a vitória - exaltou Carille, em entrevista coletiva após o jogo na Arena Corinthians.


Carille ainda valorizou a vantagem do Timão. Com o empate, os nove pontos de diferença para o Grêmio foram mantidos. A diferença pode cair para sete pontos caso o Santos vença o Sport nesta quinta-feira, na Ilha do Retiro.

- É muito grande. Viramos o turno com oito pontos faltando 19 rodadas. Hoje estamos com nove, talvez sete, faltando nove rodadas. Eu sempre disse que queria chegar nas últimas rodadas embolado entre os primeiros, e estamos chegando à frente. Temos que ter alerta para ter rendimento bom que resulte nas vitórias - analisou Carille.

Se antes o treinador coritiano comentava sobre as contas pelo título, agora Carille preferiu se esquivar. Ao ser questionado sobre como estavam os cálculos, ele desconversou e afirmou que a vitória nesta quarta-feira era mais importante para o Grêmio do que para o Corinthians.

- Não estou pensando mais em números. Se o Grêmio quer alguma coisa no Brasileiro, a vitória seria mais importante para o Grêmio do que para nós. A distância cairia para seis pontos. Mas a preparação foi para buscar a vitória. Saio satisfeito pelo rendimento - disse Carille.

Há duas rodadas, Carille fazia a seguinte conta: com mais cinco vitórias, o Corinthians podia garantir o título. O treinador ainda projetava que a vantagem para o vice-líder seria de oito pontos, o que não se concretizou por causa do tropeço do Santos. De lá pra cá, o Timão perdeu um jogo e empatou o outro, mas continua com boa vantagem na ponta.

- Na verdade, nos primeiros colocados o nível caiu. Viramos o turno a oito pontos do Grêmio, não estamos fazendo um returno bom e aumentamos a vantagem. Está no momento que todo mundo está brigando por alguma coisa no campeonato. Vai ter muita entrega, e o campeonato vai direcionar para jogo de muita atenção e erro zero, porque cada um tem um objetivo traçado - afirmou o treinador.

O Corinthians volta a campo na próxima segunda-feira, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro. O Timão tem 59 pontos na tabela do Brasileirão.