Bruno Cassucci
21/04/2017
12:21
São Paulo (SP)

- Vida que segue, não dá para fazer um buraco no chão do CT e enfiar a cabeça.

A frase do técnico Fabio Carille explica bem o sentimento dos corintianos às vésperas da semifinal do Campeonato Paulista, contra o São Paulo. Jogadores e membros da comissão técnica tentam superar a eliminação na Copa do Brasil para o Internacional, virar a página e garantir vaga na final do Estadual.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o comandante alvinegro afirmou que o clima no Timão é bom, o abatimento pela derrota de quarta-feira foi superado e agora o foco é no clássico de domingo, na Arena.

- É claro que pós-jogo é normal o abatimento, não dá para chegar sorrindo para treinar, mas a reação foi melhor do que o esperado - comentou.


O técnico reiterou que o Corinthians tem uma vantagem "enorme" por ter vencido por 2 a 0 no Morumbi, mas previu um duelo difícil contra o rival. Ele destacou as alternativas que Rogério Ceni tem e cobrou muita entrega de seus jogadores:

- O que espero do São Paulo é um time aguerrido. Eles estão feridos e quando estamos assim vamos buscar forças onde não temos. Não podemos ser surpreendidos por isso. Temos de igualar na vontade, na disposição - declarou.


Assim como na quinta-feira, os titulares do Corinthians não foram a campo nesta sexta. Mesmo assim, Carille adiantou que a equipe não deve ter novidades na escalação e deve ir a campo com: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.