LANCE!
15/06/2017
00:34
São Paulo (SP)

A 11ª vitória por 1 a 0 do Corinthians na temporada foi sofrida. Na noite desta quarta-feira, o Timão abriu o placar no primeiro tempo e foi pressionado na etapa final pelo Cruzeiro. Após a partida, o técnico Fábio Carille detectou falhas em sua equipe, mas também valorizou o fato de ter suportado os ataques do adversário.

- É saber sofrer. Todo time tem de saber sofrer, fechar a casinha e saber ser pressionado. Fomos melhores no primeiro tempo e eles melhores no segundo. Gostei muito do lance do escanteio (que originou o gol de Balbuena). Ficamos com a bola dois minutos e 37 segundos até sair o escanteio. No intervalo a primeira coisa que eu perguntei foi isso. Esperamos o momento certo. No primeiro tempo acredito que fomos melhores, e o Cruzeiro foi melhor no segundo - analisou Carille, em entrevista coletiva após a partida.


- Quando roubamos a bola entregamos muito rápido para o adversário. O Clayson tentou ir para o fundo em lances que era para rodar. Foi a primeira coisa que falei para ele, para saber a hora de acelerar. Tinha que procurar ficar com a bola. Isso foi nosso maior problema no segundo tempo - detectou o treinador.

Carille ainda falou que a partida contra o Cruzeiro foi a mais difícil neste Brasileirão. Agora, com seis rodadas disputadas, o Corinthians se manteve na liderança do campeonato, com cinco vitórias e um empate.

- Foi o jogo mais difícil pelas circunstâncias. Já pegamos outras equipes qualificadas também, mas com certeza pelas circunstâncias foi o mais difícil. Não conseguimos controlar como nos outros jogos - disse Carille.

Com a vitória, o Corinthians chegou a 19 pontos na tabela do Brasileirão. Na próxima rodada, o Timão enfrenta o Coritiba, domingo, às 11h, no Couto Pereira.