Gabriel Carneiro
21/10/2016
18:01
São Paulo (SP)

O Corinthians adiou em alguns dias os planos de anunciar a contratação do atacante Jô para 2017. O jogador de 29 anos desembarcou na capital paulista na tarde da última quinta-feira, mas ainda não foi submetido a exames médicos por conta de uma pendência burocrática da rescisão com seu último clube, o chinês Jiangsu Suning. Assim que a questão de documentos for resolvida, o que é esperado por todas as partes para o início da próxima semana, Jô firmará contrato válido por três temporadas com o Timão, até 31 de dezembro de 2019.

Jô defendeu o Jiangsu entre janeiro e julho deste ano, quando foi liberado do restante do vínculo e voltou para o Brasil. O jogador, porém, ainda não tinha o termo de rescisão deste contrato em mãos. O documento foi solicitado pelos representantes do jogador nesta sexta-feira e deve estar disponível já no fim de semana. Assim, a ideia é que Jô já passe por exames médicos e acerte os últimos detalhes do contrato na semana que vem.

O Corinthians solicitou a liberação deste termo de rescisão para que Jô possa iniciar uma rotina de treinos no CT Joaquim Grava nos próximos dias, como informou o LANCE! no início da semana. Desde o retorno da China, o experiente atacante tem treinado e mantido a forma no Atlético-MG, e a ideia do Corinthians é que esse recondicionamento físico seja realizado com os profissionais do clube e o torne apto a iniciar a pré-temporada de 2017 em níveis físicos semelhantes ao restante dos companheiros.

Os empresários de Jô haviam negociado com o ex-diretor adjunto de futebol do Corinthians, Eduardo Ferreira, e resolveram os detalhes finais em conversas com o presidente Roberto de Andrade. Uma das discussões era em torno do tempo de contrato, se três ou quatro temporadas, mas o martelo foi batido pela primeira opção nas últimas rodadas de negociações.

Jô voltará ao Corinthians 11 anos depois da primeira passagem, que durou entre 2003 e 2005. O atacante foi o jogador mais jovem a estrear pelo profissional do Timão, com 16 anos e três meses, e também o mais jovem a marcar um gol pelo clube. Ele foi negociado com o CSKA (RUS) em 2005 e desde então rodou por Manchester City (ING), Everton (ING), Galatasaray (TUR), Internacional, Atlético-MG, Al Shabab (EAU) e Jiangsu (CHN), além de 27 jogos e até uma Copa do Mundo disputada pela Seleção Brasileira.

O reforço que já disputou 115 jogos e marcou 18 gols na primeira passagem não custará nada aos cofres do Corinthians além de luvas e salários - ele será a segunda novidade para 2017, pois Luidy, do CRB-AL, já tem acerto.