Gabriel Carneiro
04/02/2017
08:00
São Paulo (SP)

Último reforço anunciado pelo Corinthians para 2017, o zagueiro Pablo precisou de apenas dois treinamentos para conquistar uma vaga de titular ao lado de Balbuena. Neste sábado, às 17h, contra o São Bento, ele faz sua estreia em partidas oficiais pelo novo clube, que defenderá por no mínimo um ano. Emprestado pelo Bordeaux (FRA), Pablo teve dentro de casa uma de suas principais motivações para trocar o longo vínculo no clube francês por um teste de fogo com a camisa do Timão. E com data de validade!

Suianne Castro, esposa do zagueiro de 25 anos, incentivou a mudança por conta do sonho de Pablo e das reações da torcida corintiana que, segundo ela, fizeram a diferença para que aceitassem a proposta. A mulher de Pablo, aliás, administra um blog sobre comportamento e estilo de vida e topou o convite do LANCE! para escrever um texto especial sobre a estreia do marido. Dificuldades, superações, carreira, história de vida, interesse do Corinthians, novos desafios, família... Ninguém melhor para falar de Pablo que sua companheira de quase sete anos.

Pablo, do Corinthians
Contrato no Timão é de uma temporada (Foto: Agência Corinthians)

VEJA O TEXTO ESPECIAL DE SUIANNE CASTRO SOBRE PABLO AO L!.

"Eu e o Pablo nos conhecemos em 2007, em Fortaleza, minha cidade natal. Ele era jogador das categorias de base do Ferroviário Atlético Club, tinha saído de uma escolinha em São Luís do Maranhão para correr atrás do seu sonho de ser um atleta profissional reconhecido pelo seu trabalho e profissionalismo dentro e fora de campo. Como muitos dos meninos que recém iniciam suas carreiras, foi muito difícil. Éramos muito amigos, então eu pude acompanhar e conhecer um pouco mais dessa realidade que muitos desconhecem.

Como em quase tudo na vida, o início precisa de muita entrega, esforço, determinação e vontade pra chegar onde almejamos. Aos poucos, ele foi se destacando pela sua agilidade e força, apesar de sua estatura. Em 2010, já com ele no Ceará, nós casamos e lembro de ele me contar o quão difícil foi chegar até ali, os obstáculos que ele superou, as pessoas que não acreditavam no seu potencial e a sua garra de não desistir. Em 2012, ele foi contratado pelo Grêmio e a partir daí ele começou a escrever capítulos de uma história no futebol. Foi um ano sem muitas oportunidades no time principal, mas de uma experiência enorme, um aprendizado para o resto da vida.

No ano seguinte chegamos ao Avaí. O Pablo jogou o primeiro jogo, mas logo em seguida machucou o dedão do pé, o que o deixou fora de várias partidas. Quando retornou, fez algumas partidas, mas o Avaí enfrentava uma fase difícil no campeonato. Depois ele ainda teve um estiramento na coxa que o deixou afastado por vários meses. Após retornar, aos poucos foi reconquistando seu espaço, fez um gol muito importante que garantiu a vitória do Avaí na ultima rodada do campeonato. No ano seguinte ele fez excelentes jogos, conquistou a muitos com seu exemplo de superação e bom futebol, terminando o ano marcando história no clube com o acesso do Avaí à Série A, eleito o melhor jogador do time! 

Mas chega de contar história! Porque depois ele só subiu, na Ponte Preta e no Bordeaux. Só que eu sempre soube do sonho de infância do Pablo em jogar pelo Corinthians. É um time de grande expressão, reconhecimento, de uma torcida apaixonada que cobra, mas que apoia o jogo inteiro, com uma estrutura maravilhosa para os atletas e uma grande ponte para se chegar à Seleção Brasileira. Quando recebemos a proposta, conversamos, até porque já estávamos adaptados na França, conseguindo uma boa comunicação com as pessoas, com amigos.

'Os torcedores começaram a mandar mensagens, directs, ficamos muito felizes! Esse apoio sem dúvidas foi essencial na decisão. Sem contar no tamanho deste time, o peso da camisa corintiana', diz Suianne

Mas ali eu vi o quanto ele ficou feliz com a chance de jogar no Corinthians, porque os torcedores começaram a mandar mensagens, directs, ficamos muito felizes! Esse apoio sem dúvidas foi essencial na decisão. Sem contar no tamanho deste time, o peso da camisa corintiana. Lá sentíamos falta do nosso "jeito brasileiro de ser", do calor humano que nós só temos aqui. Chegamos e fomos recebidos de braços abertos por todos, estamos nos sentindo em casa.

Este ano aqui no Corinthians sem dúvidas será marcado por grandes conquistas. Entrega, esforço e dedicação não irão faltar. Esperamos um ano de títulos, de muita comemoração, com o apoio da torcida. Juntos chegaremos longe.

Quanto a mim, estarei sempre do lado. Eu e o Pablo nos casamos jovens, e juntos conseguimos crescer, cada um com algo a compartilhar que ajudou o outro a melhorar. Hoje temos um filho que se chama Kaíque, e ao longo dos anos vimos o quanto a família é importante para auxiliar no extra-campo. Não é fácil o período em que estão lesionados, quando o time não vai bem, as cobranças chegam e somos nós que apoiamos, cuidamos, até arrancamos sorrisos quando o que mais queremos é chorar. Temos um papel super importante, que é deixar tudo em ordem para que eles se concentrem apenas em jogar futebol.

Agora eu peço desculpas para o pessoal do LANCE!, mas vou deixar uma mensagem direto para o meu amor. Pablo, você sabe que sempre estivemos juntos até aqui. Apesar de muitas vezes ter sido difícil, no final sempre comemoramos a vitória. Eu e o Kaíque estaremos sempre torcendo para que você faça um excelente campeonato, faça história nesse clube que você tanto sonhou em jogar. Confiamos em você, como sempre te digo, você é o nosso "guerreirão". Nós te amamos!!!".