Gabriel Carneiro
20/04/2016
23:40
São Paulo (SP)

Os jogadores do Corinthians são homens de sorte. Tite, seu técnico desde o ano passado, continua a dar provas de que não perdeu a mão, e que não é possível traçar limites para a equipe. Nesta quarta-feira, na Arena, o Timão goleou o fraquíssimo Cobresal (CHI) por 6 a 0, na última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Com belíssimo futebol, inteligência tática e, curiosamente, um time totalmente reserva, a liderança do Grupo 8 foi garantida. Que venham as oitavas! Veja a repercussão nos vestiários.


A blitz do Corinthians começou cedo, parecia político atrás de cargo. Romero, duas vezes, e Vilson tiveram chances, mas foi Marlone o autor do primeiro gol, aos oito minutos. De Edilson para Balbuena e o estreante do Timão em Libertadores completou de cabeça. Era só o começo, e a batida seguiu. Aos 12, Romero recebeu de Rodriguinho em velocidade, humilhou o marcador e tocou no cantinho do gol de Cuerdo. Romero, cabelo tigelinha, igualava Luciano em gols na Arena, cinco a menos que Guerrero. Ainda ia passar...

Mas tinha mais! Aos 38, Luciano deu lindo passe de calcanhar para Edilson, que cruzou na área. Marlone, de novo ele, apareceu, dominou no peito e deu um belíssimo voleio. Mas não era jogo, era show. Então ainda havia espaço... Guilherme Arana, pela primeira vez no ano, balançou as redes do Cobresal com um tiro rasteiro, à esquerda.

De um lado e outro, golaço ou normal, chute forte ou fraco... Era dia de bola entrar na Arena Corinthians. E só valia golaço... No segundo tempo, Elias deu toquinho de categoria para o quinto gol e Romero foi preciso no desvio do sexto.

"O presente. Tão presente. Tão instante. Tão agora", diria o poeta, indica o Timão pronto para decisões. Depois desta quarta, 18 atletas diferentes fizeram gols entre 24 de linha usados por Tite. São 12 vitórias seguidas na Arena, em 21 jogos de invencibilidade e a maior goleada da história do estádio. São 13 gols nesta fase e a liderança do Grupo 8.

E no próximo, contra o Osasco Audax, chance de finais do Paulistão, com o time já garantido nas oitavas da Libertadores. Tite é um homem de sorte.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 6 X 0 COBRESAL (CHI)

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data-Hora: 20/4/2016 - 21h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Carlos Obre (EQU)
Auxiliares: Flavio Nall (EQU) e Edwin Bravo (EQU)
Público-Renda: 41.710 pagantes / R$ 2.635.754,50
Cartões amarelos: Jonathan Benítez (COB)
Gols: Marlone 8' 1ºT (1-0); Romero 12' 1ºT (2-0); Marlone 38' 1ºT (3-0); Guilherme Arana 44' 1ºT (4-0); Elias 29' 2ºT (5-0); Romero 31' 2ºT (6-0)

CORINTHIANS: Cássio, Edílson, Vilson, Balbuena e Guilherme Arana; Willians (Elias 26' 2ºT); Maycon, Romero, Rodriguinho (Cristian 17' 2ºT) e Marlone (Alan Mineiro 41' 2ºT); Luciano. Técnico: Tite

COBRESAL: Cuerdo, Juan Contreras, Flavio Rojas, Diego Cerón e Alejandro López; Rodrigo Ureña, Cabión (Víctor Sarabia - intervalo), Poblete (Patricio Jerez - intervalo) e Pablo González; Jonathan Benítez (Johan Fuentes 28' 2ºT) e Lino Maldonado. Técnico: Dalcio Giovagnoli