Bruno Cassucci e Rodrigo Vessoni
07/06/2016
08:10
São Paulo (SP)

A paciência é uma das principais virtudes que levaram o Corinthians à liderança do Campeonato Brasileiro. Ela foi fundamental para a equipe furar retrancas, sobretudo nos últimos jogos, contra Santos e Coritiba, e é refletida no alto número de passes trocados pelo Timão, líder no quesito na competição.

A equipe comandada por Tite trocou 3245 passes em seis rodadas até o momento, média de 540,8 por partida. O Santos, segundo colocado neste ranking, fica bem atrás, com média de 461,7 por jogo.

Nos últimos dois duelos, contra adversários fechados em Itaquera, o Timão realizou 1328 passes, média de 664.

Para ter noção do que representa tal quantidade, o Barcelona, referência mundial na posse de bola e na troca de passes, teve média de 637 toques por confronto no último Campeonato Espanhol.

O técnico Tite se alegra com o desempenho e destaca outros fundamentos no qual o Corinthians também tem evoluído.

- É uma equipe que a bola não queima no pé, e ela vai se forjando. Mas é natural que apresse em alguns momentos, é compreensível. A precisão de finalizações tem melhorado. A cada três finalizações em casa que fazemos uma entra. Esse número também importa - opinou, no último sábado.