Guilherme Amaro
13/10/2017
17:03
São Paulo (SP)

A próxima janela de transferências para o futebol europeu já atormenta o Corinthians. Após resistir ao assédio e vender apenas Léo Jabá no meio deste ano, o Timão admite que perderá jogadores para o 2018, principalmente por conta da dificuldade financeira do clube.

O técnico Fábio Carille já chegou a dizer que sonha em manter 80% da base atual para a próxima temporada, mas sabe que será difícil em razão da valorização do elenco após a boa campanha neste ano. Veja abaixo os mais cotados a serem vendidos:

Jô: com contrato até o fim de 2019, o atacante de 30 anos já recebeu sondagens do futebol europeu. Publicamente ele diz que ainda não pensa no futuro, mas não crava a permanência no Timão. O jogador é agenciado por Giuliano Bertolucci e Kia Joorabchian, parceria de bom trânsito no mercado europeu, e vê com bons olhos um possível retorno ao continente, onde já atuou por CSKA (RUS), Everton (ING), Galatasaray (TUR) e Manchester City (ING). Corinthians tem 100% dos direitos econômicos de Jô.

- Eu tenho contrato. Sou muito grato ao Corinthians por ter confiado em mim. Tem sondagens e especulações, mas isso é uma coisa natural. Vou ficar tranquilo, ir passo a passo e depois entrar de férias para lá na frente não ser julgado. Não posso cravar nada e depois ter outra história - afirmou Jô.

Guilherme Arana: cria da base e com contrato até o fim de 2021, o lateral-esquerdo de 20 anos é um dos jogadores mais valorizados no Corinthians. No meio deste ano, o Timão rejeitou propostas do CSKA (RUS) e Bordeaux (FRA), mas sabe que será difícil segurá-lo para a próxima temporada. O Corinthians recusou oferta de 12 milhões de euros (cerca de R$ 44 milhões) e pede pelo menos 15 milhões de euros (cerca de R$ 55 milhões). Segundo o "Yahoo! Esportes", representantes do Sevilla (ESP), que já havia demonstrado interesse em Arana no meio do ano, estão no Brasil para uma reunião com o Timão. Além disso, há outros clubes europeus com interesse no lateral, como o Atlético de Madrid (ESP). Corinthians tem 40% dos direitos econômicos de Arana.

- Deixo essas questões para a minha família e meus empresários. Estamos no final do campeonato, tenho de me manter focado no Corinthians. Quando terminar o ano, se Deus quiser campeão, vou parar para pensar e ver o que é melhor para mim - disse Arana.

Rodriguinho: o meia de 29 anos outro jogador que constantemente é cotado na Europa. Em janeiro, por exemplo, o Corinthians recusou uma proposta do Fenerbahçe (TUR), e Rodriguinho chegou até ficar chateado porque havia gostado da oferta (após o título Paulista, ele disse que foi melhor ter ficado e renovou seu contrato até o fim de 2019). Já no meio deste ano, o Timão recusou uma proposta do Lokomotiv Moscou (RUS). A tendência é de que novas ofertas cheguem na próxima janela de transferências, e Rodriguinho admite o sonho de jogar no Europa. Corinthians tem 50% dos direitos econômicos do meia.

Balbuena: é mais um jogador que teve proposta recusada no meio deste ano. Ele recebeu oferta do Genoa (ITA) e foi sondado por outros clubes europeus. O zagueiro paraguaio tem contrato com o Timão até o fim de 2018, mas já recebeu proposta para estender seu vínculo por mais quatro anos e agora analisa com seus empresários. Em suas entrevistas, sempre ressalta a vontade de permanecer e virar ídolo no Corinthians, mas admite considerar uma possível proposta para atuar na Europa. Diretoria busca manter Balbuena, porque ele é um dos líderes do elenco e há grande chance de Pablo, o outro titular do setor, não permanecer após o fim de seu empréstimo pelo Bordeaux (FRA). Corinthians tem 100% dos direitos econômicos do paraguaio.