LANCE!
23/06/2016
00:43
São Paulo (SP)

O garoto Pedro Henrique, de apenas 20 anos, errou feio em seu terceiro jogo como profissional do Corinthians, na noite desta quarta-feira, no Mineirão. Em tentativa de recuo para Cássio, o camisa 34 deu um passe fraco demais e viu Cazares ser veloz para marcar o segundo gol dos 2 a 1 a favor do Galo.

Após o apito final, o jovem deixou o gramado às lágrimas e foi consolado não apenas pelos companheiros alvinegros, mas pelos atletas do Atlético-MG, como Dátolo e Robinho. Comovido com a reação de Pedro, o Corinthians não demorou a sair em defesa do garoto formado na base alvinegra.

"#TamoJuntoPedroHenrique", postou o clube em sua conta oficial no Twitter.
A publicação foi rapidamente compartilhada pela Fiel.

No gramado, os jogadores corintianos também defenderam o garoto. Um dos mais experientes do time alvinegro, Cássio exaltou a personalidade de Pedro e garantiu que ele goza da "total confiança" do restante do elenco. 

– Como sou canhoto sempre abro para a esquerda para facilitar, mas a bola veio curta e não cheguei. É um erro que acontece, a gente não pode culpar o Pedro. Ele é um moleque que treina bem, temos que dar confiança para ele no vestiário. Sei que é difícil, já chorei muito também. Essas coisas fazem amadurecer, vamos dar o respaldo – disse Cássio, ecoado por Uendel.

- Esse tipo de lance acontece, mas não tira a partida que ele fez. Pedro Henrique tem todo o crédito do mundo com a gente - assegurou o lateral.

 
Até mesmo o técnico Cristóvão Borges protegeu o zagueiro. Apesar da derrota em sua estreia pelo Timão, o novo comandante elogiou o garoto e avaliou que as lágrimas surgiram porque ele sabia que estava fazendo uma "ótima partida" até o momento do erro. 

- Ele foi tocado por isso, mas sabe que fez um grande jogo que com uma infelicidade resultou em gol. O sentimento dele é muito forte, ficou realmente abatido. Mas em um momento desses não precisa ser jovem para as coisas acontecerem. Ele é novo, tem futuro brilhante aqui no Corinthians - projetou Cristóvão. 

Pedro atuou diante do Atlético-MG por conta das ausências de Yago, que se recupera de um edema ósseo no tornozelo direito, e Balbuena, suspenso. Recentemente, o Timão perdeu Felipe, vendido ao Porto (POR).