Rodriguinho, do Corinthians

Rodriguinho foi expulso na partida contra o Cerro Porteño, semana passada (Foto: Agência Corinthians)

LANCE!
15/03/2016
21:39
São Paulo (SP)

As expulsões de André e Rodriguinho na partida contra o Cerro Porteño, semana passada, pela Copa Libertadores, não passaram batidas pelo técnico Tite. Apesar de ter preservado o assunto por uma semana desde a derrota por 3 a 2 no Paraguai, o comandante revelou ter feito cobranças no vestiário do estádio Defensores del Chaco porque os dois jogadores estavam sorrindo. 

- Eu vi o André e o Rodriguinho no vestiário, daí um brincou com o outro e eles sorriram. Eu disse 'vocês têm que ficar com o bico desse tamanho e quietinhos'. Porque eles deixam de estar no grupo para que o técnico possa optar. Eles abaixaram a cabeça e reconheceram, 'estamos tristes, sabemos que erramos'. Talvez seja uma forma de tentar superar. O atleta também tem sentimento e sabe: para aprender na carne tem que doer - explicou o treinador.

André e Rodriguinho foram expulsos no segundo tempo da partida contra o Cerro Porteño fora de casa. Os dois receberam dois cartões amarelos, e depois do jogo a diretoria alvinegra criticou as expulsões alegando serem injustas. O assunto arbitragem voltou à pauta do Corinthians nesta terça, véspera da partida em São Paulo contra o Cerro. 

Durante pelo menos dez minutos após o treinamento comandado no CT Joaquim Grava, o técnico Tite bateu papo com o presidente Roberto de Andrade, e o assunto foi uma das pautas do encontro.

- É importante a presença do comando maior, isso fortalece o corpo técnico e nos deixa mais tranquilos. Estar próximo, mais do que qualquer fala, diz por si só. Os assuntos foram variados, inclusive arbitragem, de nós ficarmos focados em jogar futebol e sabermos o que fazer - revelou Tite, sobre o papo com o presidente no CT.