Marquinhos Gabriel

Meia-atacante assinou vínculo por quatro temporadas com o Corinthians nesta segunda (Foto: Agência Corinthians)

LANCE!
19/04/2016
15:16
São Paulo (SP)

O Corinthians apresentou na tarde da última segunda-feira a sua 11ª contratação para a temporada de 2016, e a ideia do clube é parar por aí - pelo menos por alguns meses. De acordo com o gerente de futebol do Timão, Edu Gaspar, diretoria e comissão técnica estão satisfeitos com o rendimento do atual time e o alto número de opções do elenco, e o projeto de momento é não contratar mais nenhum jogador antes do fim do primeiro semestre.

- O mais importante é saber as nossas necessidades. Hoje enxergamos poucas necessidades no nosso elenco, talvez na janela do meio do ano ou um pouco mais pra frente podemos encontrar algo que necessitamos, mas hoje estamos muito felizes com elenco que temos. Idade, atletas com características diferentes, etc. Conversamos que será muito difícil fazer um banco de reservas nos jogos da Libertadores por conta do nível do nosso elenco - afirmou o dirigente alvinegro, antes de completar falando sobre a atenção do Corinthians ao mercado.

- Observamos tudo o que você possa imaginar - disse.

O Corinthians tem observado o trabalho dos clubes de menor expressão do Campeonato Paulista, e já mostrou atenção no meia-atacante William Pottker, que defendeu o Linense no Estadual e já retornou para o Figueirense, clube que é dono de seus direitos econômicos. Depois de uma análise inicial do elenco, o técnico Tite decidiu que o clube precisava de mais duas opções ofensivas para a sequência da temporada, e Marquinhos Gabriel já preenche uma lacuna.

O Corinthians pagará cerca de R$ 10 milhões e ficará com 70% dos direitos econômicos de Marquinhos Gabriel, em operação feita com recursos do próprio clube, segundo a diretoria. Agora, a discussão é em torno da inscrição ou não do jogador de 25 anos na fase final do Campeonato Paulista, o que depende de uma avaliação física do jogador que estava no Al Nassr, da Arábia Saudita.

- Nós vamos rever a situação do Giovanni, pois a ideia do Joaquim Grava e do departamento médico, inicialmente era que ele não teria condições de jogar o Paulista, mas essa decisão está sendo revista. Mas vamos esperar até quinta ou sexta-feira para podermos tomar uma decisão a partir daí - disse Edu Gaspar, citando a lesão de Giovanni Augusto, que ficará um mês fora e abrirá vaga na lista de inscritos do Campeonato Paulista.