Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro
22/09/2016
00:30
São Paulo (SP)

Fabio Carille reestreou no comando do Corinthians com vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, na noite desta quarta-feira, na Arena de Itaquera. Após a classificação do Timão para as quartas de final da Copa do Brasil, já que as equipes haviam empatado por 1 a 1 na ida, o treinador alvinegro exaltou o resultado e o fato de o Corinthians não ter sofrido gol.

Então auxiliar técnico da comissão permanente do Corinthians, Carille assumiu a função de treinador na segunda-feira, após a demissão de Cristóvão Borges. Neste curto período até o jogo contra o Fluminense, ele contou que pediu entrega dos jogadores.

- Desde a segunda-feira, juntamente com a diretoria, conversei com os atletas individualmente e em grupo. O que mais cobrei dos jogadores é entrega, principalmente jogadores da beirada, como Marquinhos e Marlone. Minha ideia era parar de tomar gols, como nos últimos jogos - afirmou o treinador, em entrevista coletiva depois da partida.

- O primeiro tempo foi muito igual, Fluminense não subiu para pressionar, era um time armado para contra-atacar. A gente conseguiu ter um bom domínio do jogo. No segundo tempo eles vieram com pivô, empurrando nossa defesa. Erramos um pouquinho de passe, é algo que dá para melhorar - analisou.

Sem esconder a vontade de ser treinador, Carille tem a missão de comandar o Corinthians até o fim do ano. O próximo duelo será diante do próprio Fluminense, domingo, pelo Campeonato Brasileiro.